Menu

Suspeito de esquartejar amigo em Belém é autuado por homicídio

Suspeito de esquartejar amigo em Belém é autuado por homicídio

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Pará autuou por homicídio e ocultação de cadáver Fábio Augusto Ribeiro Lage, 36 anos, preso em flagrante na noite de segunda-feira (26), em Belém. Ele é suspeito de assassinar e esquartejar o corpo de Bruno Sousa, 30 anos. O suspeito nega o homicídio, mas admite que esquartejou e se desfez do corpo.

 

As primeiras informações da polícia são de que Bruno Sousa teria morrido na sexta-feira (23) e Fábio ficado com o corpo até domingo (25), quando decidiu esquartejá-lo. As pernas e braços foram encontrados na manhã de segunda-feira (26) no quintal de uma casa no bairro do Guamá; a cabeça e o tórax foram achados no mesmo dia, em um terreno no bairro Águas Lindas, na região metropolitana.

 

Segundo Fábio, os dois eram amigos. Na última sexta-feira (23) eles se encontraram para consumir drogas e a vítima teria tido uma overdose de drogas derivadas da cocaína. O suspeito disse que se desesperou e tomou a decisão.

 

“Ele diz que na verdade a vítima teria, juntamente com ele, consumido droga e teria ido a óbito por overdose. Isso ocorreu na madrugada da sexta-feira. Depois ele foi trabalhar na sexta e quando retornou começou a pensar como iria ocultar as partes do corpo”, explica a delegada Cristina Tavares, da Divisão de Homícidios da Polícia Civil.

 

O suspeito contou que utilizou uma faca de cozinha para cortar o cadáver. Tirou os membros inferiores e superiores do corpo e as colocou dentro de um saco, em uma cova rasa no quintal de uma casa vizinha à vila de casas onde mora. Para amenizar o forte odor, Fábio revelou que utilizou pó de café no local.

 

A moradora da casa onde os membros foram encontrados contou que na noite anterior, foi alertada por um vizinho que alguém tinha invadido o quintal. “Minha irmã foi me chamar, que tinha vindo um rapaz aqui, disse que era vizinho e que tinha visto um homem pular o muro na madrugada. Eu fui mostrar o quintal para ele, quando chegou lá atrás, ele olhou pra baixo e disse 'o que é isso aqui', eu olhei e também não sabia. Chamei a filha da minha vizinha a gente foi ver e viu que era um corpo”, relata Edinalda Oliveira, cozinheira que encontrou o corpo.

 

Todas as partes do corpo já foram encontradas e encaminhadas para o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Apesar do avançado estado de decomposição, os peritos vão tentar identificar a causa da morte. A faca utilizada no crime também foi enviada para perícia.

 

Fábio Augusto Ribeiro Lage está preso, à disposição da Justiça. As investigações prosseguem para esclarecer os fatos.

Do G1 PA

 

 

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.