Menu

'Nenhum legado é da Copa', diz Dilma em inauguração da Transcarioca

home--3

Em visita ao Rio neste domingo (1º), a presidente Dilma Rousseff afirmou que as obras de mobilidade e transporte realizadas pelo governo serão legados para o "povo brasileiro" e não para a Copa do Mundo. A passagem da presidente pela cidade foi marcada por protestos na entrada dos eventos, com críticas aos gastos públicos para a realização do Mundial.

"Diziam que a Copa do Mundo não tinha legado nenhum. Eu, pessoalmente, acho que nenhum legado é da Copa do Mundo, todos os legados são do povo brasileiro. Por exemplo, nós não estamos fazendo aeroportos para a Copa do Mundo. Nós estamos fazendo aeroportos para todos os brasileiros. Por acaso, vai ser usado na Copa do Mundo", disse.

A declaração foi feita durante inauguração da Transcarioca, via exclusiva de ônibus que liga o Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim à Barra da Tijuca. Mais cedo, no início da manhã, Dilma inaugurou as obras de ampliação do Terminal 2 do aeroporto. A reforma do Terminal 1, prometida para o Mundial, ainda está inacabada.

No evento da Transcarioca, em Madureira, Dilma voltou a dizer que os turistas estrangeiros que vierem ao Brasil não levarão as obras do governo, mas o carinho do povo. "Quando eles vão embora para casa, na mala deles não cabe o BRT Transcarioca, não cabe o Aeroporto do Galeão, não cabe o estádio do Maracanã. Agora, na mala deles cabe o seguinte: o gesto de carinho, o gesto de bem receber", afirmou.

A presidente disse que o BRT era uma "variante de metrô" e fez elogios ao serviço.

"Os ônibus parecem trens. São trens sob rodas. Percorrem uma via especial", explicou, frisando a "rapidez" com que o veículo trafega, sem enfrentar o trânsito. Acrescentou que o corredor expresso vai dar visibilidade ao Subúrbio do Rio, o que deve melhorar os bairros em volta.

Pela Transcarioca, vão circular sete linhas de BRT. A primeira começa a operar nesta segunda (2), no trecho Barra da Tijuca (Terminal Alvorada)-Tanque, em Jacarepaguá, com paradas em 19 estações. Inicialmente, o serviço  funcionará apenas entre 10h e 15h – período entre os horários de pico.

A segunda linha, ligando o aeroporto do Galeão à Barra, entrará em operação na próxima quarta-feira (4). As linhas serão colocadas em funcionamento gradativamente, segundo o município, para que a população tenha tempo de se adaptar ao novo sistema.

A prefeitura, no entanto, afirmou que não há prazo final para que todas as linhas do BRT Transcarioca estejam circulando. Presente no evento, o prefeito Eduardo Paes disse que o município vai assinar contrato de R$ 3 bilhões com BNDES para fazer mais dois BRTs. "Vamos usar a Copa para mudar a vida dos cariocas", disse.

 

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.