Menu

Jales - Com habeas corpus negado somente Beto continua preso após “Farra no Tesouro”

Jales - Com habeas corpus negado somente Beto continua preso após “Farra no Tesouro”

A operação Farra no Tesouro da Polícia Federal levou para a cadeia a ex-tesoureira da prefeitura, Érica Cristina, o ex-marido Beto, a irmão e o cunhado, juntos eles desviaram e aproveitam de aproximadamente R$ 10 milhões das contas públicas de Jales.

Foi negado por meio de nova decisão do ministro Gilmar Mandes do Supremo Tribunal Federal (STF), a extensão da decisão anterior de liminar de permitiu a soltura de Marlon Fernando Brandt, o cunhado da ex-tesoureira Érica Cristina Carpi. O mecanismo demonstrou uma tentativa da defesa do ex-marido de Érica, Roberto Santos Oliveira, o Beto, que buscava a liberação da prisão, da mesma forma como foi determinada por meio de liminar para o cunhado.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Jornal do Povo da Rádio Assunção FM, a defesa de Beto no pedido expressou a chamada “similitude fática”, quando o advogado argumentou que a prisão de Marlon e Beto possui semelhanças por isso deveriam contar com o mesmo tratamento, sendo que Gilmar Mendes determinou a soltura de Marlon, com a assinatura de habeas corpus.

Nesta nova decisão o ministro do STF não concordou com a argumentação da defesa e Beto, pelo fato de segundo Gilmar, faltou fundamentação para a prisão de Marlon, bem como sua menor participação no crime, mesmo que os dois estejam respondendo pela mesma operação e envolvimento na articulação criminosa que desvio recursos da Prefeitura de Jales.

Por Rádio Assunção

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.