Menu

Jales - Médica que não realizava horário de trabalho é condenada na Justiça

Jales - Médica que não realizava horário de trabalho é condenada na Justiça

Profissional foi condenada a 1 ano e 11 meses de prisão por estelionato.

A Justiça condenou na segunda-feira (4) uma médica que prestava serviços em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de Jales (SP) e não cumpria corretamente o horário de trabalho. A condenação é de 1 ano, 11 meses e 10 dias de prisão pelo crime de estelionato.

No entanto, a pena foi substituída por prestação de serviços à comunidade e pagamento de 5 salários mínimos a uma instituição de caridade, durante o mesmo período.

Além desse processo, a médica também responde pelo crime de enriquecimento ilícito. A equipe da polícia fez imagens durante as investigações e, de acordo com a Polícia Federal, elas foram feitas durante o horário de trabalho de uma das médicas.

Em uma das imagens, a profissional conversa com o professor de violão na frente da casa dela pouco depois das 16h, horário que ela deveria estar trabalhando.

O horário da médica na unidade básica de saúde de Jales, segundo a investigação, nesse dia seria das 13h às 17h. Em outra gravação feita em outro dia mostra a médica saindo do cabeleireiro às 16h30, horário que ela também deveria estar atendendo.

As investigações duraram aproximadamente dois meses e começaram depois que o próprio delegado da Polícia Federal, Cristiano Pádua Silva, percebeu que uma das médicas saiu da Unidade Básica de Saúde durante o horário de trabalho.

Por: Rádio Assunção

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.