Menu

Eleição indica Denise Pires de Carvalho como a primeira mulher reitora da UFRJ

Eleição indica Denise Pires de Carvalho como a primeira mulher reitora da UFRJ

A professora Denise Pires de Carvalho foi indicada reitora da UFRJ na pesquisa feita na comunidade universitária. Para vice-reitor, o apontado pela chapa 10 (#ufrjvaiserdiferente) é Carlos Frederico Leão Rocha. A apuração dos votos terminou na manhã deste sábado (6), mas a nomeação precisa ser aprovada pelo governo federal.

O Colégio Eleitoral da UFRJ se reunirá ainda este mês para formar uma lista tríplice, que deve ser enviada ao Governo.

No total, foram 19.232 votos em urnas eletrônicas e 1.655 votos em cédula de papel. A votação ocorreu entre os dias 2 e 4 nos equipamentos cedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Estudantes de ensino a distância votaram no dia 29 de março.

Esta é a primeira vez que uma mulher é escolhida para a Reitoria da UFRJ, que completará 100 anos em 2020.

Perfis

Denise Pires é professora do Instituto de Biofísica (IBCCF) da UFRJ. Leciona nos cursos de graduação da área da saúde e nos programas de pós-graduação em Medicina (Endocrinologia) e Ciências Biológicas-Fisiologia da UFRJ.

Foi orientadora na turma fora de sede da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e no mestrado profissional da UFRJ para formação científica de professores de Biologia. Médica formada pela UFRJ com diploma cum laude (coeficiente de rendimento acumulado acima de 8), possui mestrado e doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica), ambos pelo IBCCF/UFRJ.

Tem pós-doutorado pelo Hôpital de Bicêtre (Paris) e pelo Universitá Degli Studi di Napoli (Itália). Já foi diretora e vice-diretora do IBCCF/UFRJ, coordenadora acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação (PR-1/UFRJ), além de diretora adjunta de graduação e pós-graduação.

Já Carlos Frederico Leão Rocha, professor associado do Instituto de Economia (IE). É pesquisador na área de Economia Industrial e da Inovação e atua no Programa de Pós-Graduação em Economia da UFRJ.

Graduado em Ciências Econômicas, é mestre e doutor em Economia da Indústria e da Tecnologia, sendo as três formações pela UFRJ. Tem pós-doutorado pela Università degli Studi di Siena (Itália) e pelo Institute for High Technology - Universidade das Nações Unidas (Holanda). Foi diretor do IE/UFRJ e vice-presidente da Adufrj, associação de docentes da Universidade. Além disso, atuou como membro do Comitê Técnico do Plano Diretor da UFRJ e representante do Conselho de Ensino para Graduados (Cepg).

 

Votos

A chapa 10 obteve 9.427 votos. A chapa 40 (Unidade e diversidade pela universidade pública e gratuita), liderada pelo professor Oscar Rosa Mattos, da Escola Politécnica e da Coppe/UFRJ, e pela professora Maria Fernanda Santos Quintela da Costa Nunes, do Instituto de Biologia, obteve 8.825 votos.

Já a chapa 20 (#minerva2.0), encabeçada pelos docentes Roberto dos Santos Bartholo Junior, da Coppe/UFRJ e da Faculdade de Letras, e João Felippe Cury Marinho Mathias, professor do Instituto de Economia, teve 2.281 votos.

Considerando o sistema de ponderação adotado no regimento da pesquisa, as chapas 10, 40 e 20 tiveram, respectivamente, 24,66%, 17,68% e 4,83% dos votos possíveis dentro do universo de votantes. Para ser encerrada no primeiro turno, a chapa em primeiro lugar deveria ter um total de votos superior à soma da votação das outras chapas, mais brancos e nulos. Assim, o segundo turno não ocorreu por uma diferença de 0,9% entre o percentual da chapa 10 e os demais. A pesquisa registrou 121 votos brancos (0,41%) e 233 nulos (0,82%).

Próximos passos

Candidaturas à Reitoria e Vice-Reitoria da UFRJ deverão formalizar pedido de inscrição para o quadriênio 2019-2023 na Secretaria dos Órgãos Colegiados, nos dias 24 e 25/4, das 9h às 17h, apresentando, obrigatoriamente, Carta Programa, nos termos da Resolução 14/2018.

No dia 30, o Colégio Eleitoral da UFRJ se reunirá para formar uma lista tríplice, que deve ser enviada ao Governo Federal para nomeação da Reitoria. "Não existe vinculação formal entre a pesquisa e a escolha do Colégio Eleitoral. No entanto, seguindo longa tradição democrática, os conselheiros desse colégio, especialmente formado para o processo, costumam levar em conta a vontade popular expressa na pesquisa", disse a UFRJ, em texto divulgado neste sábado.

A composição do Colégio foi anunciada em dezembro do ano passado no Conselho Universitário (Consuni). Atendendo ao que preconiza a legislação, tem pelo menos 70% de docentes em sua composição. É composto pelos membros do Consuni, Conselho de Ensino de Graduação (CEG), Conselho de Ensino para Graduados (Cepg) e Conselho de Curadores. Sua formação atende ao Estatuto da UFRJ, conforme o exercício da autonomia universitária prevista e garantida pelo artigo 207 da Constituição Federal.

 

Fonte: G1

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.