Menu

Alexandre Garcia afirma que não trabalhará no governo Bolsonaro

Alexandre Garcia afirma que não trabalhará no governo Bolsonaro

Alexandre Garcia utilizou o seu perfil do Twitter na última quarta-feira (2) para fazer um desabafo sobre a carreira, a relação com o público e com o governo atual do país. 
O jornalista esteve na cerimônia da posse presidencial, o que - somado com sua recente saída da Globo , emissora na qual trabalhou por 30 anos - fomentou boatos acerca de seu trabalho ao lado do presidente. No texto publicado em sua rede social, Alexandre encerrou os rumores, anunciando que seu trabalho é ser porta-voz de todos. 
Um comunicado foi divulgado na última sexta-feira (28) e trouxe à tona a saída de Alexandre Garcia da Globo . Além disso, diversos fatores apontavam o jornalista como o principal candidato a ser porta-voz do governo, agora que Jair Bolsonaro é o presidente. Em um texto publicado em seu perfil do Twitter , Alexandre declarou que é o porta-voz do povo. 
No desabafo, Garcia relembrou os sacrifícios por aceitar o convite do presidente João Figueiredo, que governou entre 1979 e 1985, quando entrou para a equipe de comunicação do governo em questão: "Certa vez, em casa, eu tirava o suor no chuveiro, minha mulher irrompeu ao banheiro com um ultimato: Ou eu ou o Figueiredo. E optei por Figueiredo", o jornalista escreveu. 
Alexandre também afirmou que não fará parte da equipe de comunicação do governo de Bolsonaro por não possuir "a mesma vontade de acordar cedo e dormir tarde e passar a vida viajando em correria", algo que já fez parte de sua carreira em outros tempos. 
Alexandre Garcia afirma que quer continuar sendo o porta-voz do povo 
"Mesmo sem Globo , hoje não posso deixar na mão os 15 jornais que recebem meu artigo semanal e as 280 emissoras de rádio que amealhei ao longo de 30 anos, e que recebem meu comentário diário, por contrato. Minha origem é o microfone, em que eu falo de sde os sete anos, como ator infantil de radionovela, em tempos em que tudo era ao vivo. As rádios me permitem chegar aos capilares do país, todos os dias pela manhã", o jornalista escreveu no texto publicado na rede social. 
Além disso, deixou claro que o seu foco atual será o YouTube, lugar para onde muitos jornalistas têm migrado depois de deixar a televisão. 
Alexandre Garcia concluiu a sua dissertação: "Me perdoem, portanto, por não aceitar a sugestão de vocês. Porque quero continuar tentando ser o porta-voz de todos".

Por Região Noroeste

voltar ao topo
Info for bonus Review bet365 here.