conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Grávida é presa com quase 80 tabletes de maconha escondidas no carro na MGC-497 em Iturama

Publicado

Uma mulher, de 41 anos, foi presa com 78 tabletes de maconha, na noite desta segunda-feira (2), no km 236 na MCG 497, próximo de Iturama. A apreensão foi durante a Operação “Natalina”.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), foi encontrado junto com os pertences da mulher uma porção de maconha. Assim, foi realizada uma vistoria no veículo e foram encontrados compartimentos secretos nas portas e no painel do veículo, onde estavam escondidos os tabletes com a substância.

Ainda conforme a PMR, ela saiu de Dourados (MS) e seguia viagem para Uberlândia. A mulher afirmou aos militares que não sabia que o carro estava com as drogas. Ela também alegou que está gravidade de quatro meses.

A condutora foi presa em flagrante. O veículo e os 78 tabletes da droga foram apreendidos.

Por G1

Comentários Facebook
Leia mais:  Com menos de 10% de receita própria, 650 municípios de MG poderiam sumir do mapa
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Publicado

Quem não estiver em dia com documento, não poderá votar nas eleições

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

Leia mais:  Alunos da Escola M. Maria Queiroz Barbosa recebem o prefeito Anderson Golfão em clima de festa

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Por: Limeira Notícias

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana