conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Grande quantidade de cigarro paraguaio é apreendida em Iturama; motorista é preso

Publicado

Cerca de 300 caixas de cigarro de origem paraguaia foram apreendidas pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv), na madrugada desta quinta-feira (5), em Iturama. O motorista do caminhão, que aparenta ter mais de 40 anos segundo os policiais, foi preso.

Segundo a PMRv, a abordagem ocorreu por volta de 3h no km 17 da MG 426, próximo ao posto fiscal na divisa de Minas Gerais com São Paulo, no contexto da Operação “Natalina”.

O caminhão vermelho estava estacionado em um local isolado, o que chamou a atenção dos policiais. Após verificação no exterior do veículo, o motorista apareceu na companhia de um borracheiro.

Em buscas no compartimento interno, a carga ilegal foi encontrada e apreendida. Material, caminhão e o homem foram encaminhados para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil.

Operação Natalina

Segundo já divulgado pelo G1, a Polícia Militar (PM) de Uberlândia, Uberaba, Araxá e outras cidades da região lançaram no final de novembro a Operação “Natalina”.

Na operação, o efetivo policial será reforçado nas principais áreas de comércio das cidades durante o período em que a circulação de pessoas aumenta devido ao recebimento do 13º salário e festas de fim de ano. As ações ocorrem até o dia 1º de janeiro de 2020.

Leia mais:  Alunos da Escola M. Maria Queiroz Barbosa recebem o prefeito Anderson Golfão em clima de festa

Fonte: G1

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Publicado

Quem não estiver em dia com documento, não poderá votar nas eleições

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

Leia mais:  Alunos da Escola M. Maria Queiroz Barbosa recebem o prefeito Anderson Golfão em clima de festa

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Por: Limeira Notícias

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana