conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Governos precisam ter mensagem coerente no combate à pandemia, diz OMS

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

O diretor de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, ressaltou nesta sexta-feira (15) a importância de os governos terem coerência nas mensagens passadas à população durante a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Ryan deu a declaração depois de uma pergunta, durante coletiva de imprensa em Genebra, que mencionou a autorização de funcionamento dada pelo presidente Jair Bolsonaro a locais como academias, salões de beleza e barbearias. A medida decretou esses serviços como essenciais.

“No Brasil, nós vimos um aumento no número de casos, e em alguns países da América do Sul e Central de modo geral”, disse Ryan.

“Eu acho que esse tem sido um fator em muitos países federados grandes. A despeito da efetividade do sistema de saúde, o que é realmente crucial é que haja coerência, coesão, especialmente em grandes estados federados. As comunidades precisam ouvir mensagens coerentes e consistentes de lideranças, essa mensagem precisa ser clara e governos precisam seguir o que falam”, afirmou.

Leia mais:  Minas Gerais alcança a maior média móvel de aplicação diária de vacinas no combate à covid-19

Decisões e atrito no governo

A autorização de funcionamento a locais como academias, salões de beleza e barbearias foi aprovada por Bolsonaro na segunda-feira (11) e não passou pelo então ministro da Saúde, Nelson Teich, que pediu demissão nesta sexta (15). Ao ser comunicado da decisão presidencial, pela imprensa, Teich demonstrou surpresa.

Apesar da autorização presidencial, a decisão sobre a abertura ou não daqueles tipos de estabelecimento cabe aos estados — e governadores de 17 deles e do Distrito Federal já afirmaram que não vão permitir o funcionamento.

Em outros dois — Espirito Santo e Rio Grande do Norte — academias não serão abertas, mas salões de beleza e barbearias já estavam e continuarão em funcionamento.

Em Santa Catarina, as três atividades já estavam liberadas por determinação do governo do estado. O Rio Grande do Sul também já havia liberado as três atividades — mas a exceção é a região de Lajeado, (que engloba 37 cidades), que não pode abrir salões, barbearias e academias.

Já o governo de Minas Gerais e o do Tocantins afirmaram que a liberação ou proibição das atividades são definidas pelos municípios.

Leia mais:  UFMG pesquisa uso da vacina BCG como base para imunização contra Covid-19

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  UFMG pesquisa uso da vacina BCG como base para imunização contra Covid-19
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana