conecte-se conosco


POLÍTICA

Governo Bolsonaro instaurou “comunismo de direita”, afirma general Santos Cruz

Publicado

source
Santos Cruz
Flickr Monusco

General Santos Cruz fez declaração durante entrevista e comparou Bolsonaro com “comunistas”

O ex-ministro da Secretaria do Governo, Carlos Alberto Santos Cruz , afirmou que a  gestão do presitente Jair Bolsonaro (sem partido) se tornou um “PT verde-amarelo” e que isso seria um reflexo do ” comunismo de direita no Brasil”. A declaração foi feita em uma entrevista para a revista Veja.

“Todo regime comunista totalitário divide para facilitar a manipulação. Depois, você ataca pessoas, não ideias”, afirmou.

O general disse também que há um culto à personalidade de Bolsonaro , relembrando os títulos dados pelos seguidores, como “mito” e “designado por Deus”.

“Isso tudo é uma técnica que quem consagrou foi o sistema totalitário , foi o comunismo. É o contrário de democracia “.

O termo ” comunismo de direita ” esteve entre os assuntos mais comentados no Twitter na tarde desta sexta-feira (20). Os termos lideraram os
trending topics do Brasil.

Leia mais:  "Bolsonaro é o maior aliado do coronavírus": oposição reage após vacina suspensa

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Doria não está pronto para ser candidato a presidente em 2022, diz FHC

Publicado

por

source
Fernando Henrique Cardoso de terno
Wilson Dias/Agência Brasil

FHC não é entusiasta do nome de João Doria para candidato a presidente

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta segunda-feira (30) que o governador de São Paulo , João Doria (PSDB), ainda não está pronto para ser candidato a presidente da República em 2022. Em entrevista ao portal UOL , o líder tucano considerou que o paulista precisa se “nacionalizar” para se tornar competitivo na próxima eleição.

“O Brasil é muito diverso, não adianta você pensar que vamos pegar uma pessoa que é do meu partido e acho que pode ser candidato. O Doria vai ter que se nacionalizar. Ele tem uma vantagem, os pais são da Bahia. Ele vai ter que ‘baianizar’, ‘cariocar’, ‘gauchar’, enfim, se é para expressar um sentimento nacional, você não pode ser de uma parte só, tem que atender essa diversidade do país”, disse.

Leia mais:  Após deixar PSL, Bolsonaro diz que 'por enquanto' é o presidente do novo partido

Somente o pai do governador é baiano. A mãe de Doria é natural de São Paulo. Doria é hoje o principal nome do PSDB para a disputa nacional daqui a dois anos, mas não é o único. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, também é lembrado para a vaga. FHC nunca escondeu a preferência por outros nomes que não o de Doria.

Nesta segunda-feira, o ex-presidente afirmou que Doria é “um bom líder paulista”. Ele lembrou que também teve que buscar inserção nacional para se eleger em 1994.

“Eu nasci no Rio, sou paulista, minha mãe amazonense, meu pai do Paraná, meus avós de Goiás, eu explorava isso. Não que eu quisesse ganhar politicamente. Queria, mas não é só isso. O Doria tem que usar esses instrumentos que tem para se transformar num líder nacional, por enquanto ele é um bom líder paulista”, disse.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana