conecte-se conosco


Entretenimento

Funkeiro MC Lan é acusado de estupro por modelo

Publicado em

Entretenimento

source
Funkeiro MC Lan
Reprodução/Instagram

Funkeiro MC Lan


MC Lan esteve na 49ª DP (São Matheus) de São Paulo, na manhã deste domingo (7) para prestar esclarecimentos sobre a acusação de estupro feita por uma modelo. Caio Alexandre da Cruz, nome verdadeiro do funkeiro, compareceu à delegacia acompanhado dos seus advogados, prestou depoimento e foi liberado. No início da tarde, ele publicou um post para tranquilizar os fãs e negar o crime. “Em casa. Deus é justo o tempo todo”, escreveu na legenda do storie.

A coluna procurou a assessoria de MC Lan, que enviou um comunicado: “Caio Alexandre Cruz, conhecido artisticamente como MC Lan, através do seu advogado Dr José Estevam Lima, vem o a publico informar que o artista compareceu espontaneamente na 49ª Delegacia do bairro de São Mateus em São Paulo, na manhã deste domingo – 07 de março-, e está à disposição das autoridades para esclarecer os fatos como realmente aconteceram, que esta perplexo com as acusações feitas pela modelo. Afirma ainda que não cometeu qualquer crime, seja ele de qualquer natureza e que sempre estará à disposição das autoridades para esclarecer a verdade”.

Leia mais:  Anitta: desenho animado da cantora renova com Globoplay, aponta colunista

De acordo com as primeiras informações divulgadas pelo o jornalista Luiz Bacci, a jovem chegou a ser levada para um hospital, onde fez vários exames preventivos após a violência sexual. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Luciana Gimenez vai à Justiça contra Fontenelle e pede R$ 10 mil de indenização

Publicados

em

Por

source
Luciana Gimenez
Reprodução YouTube

Luciana Gimenez


Após a polêmica recente entrevista de Jorge Kajuru ao canal de Antônia Fontenelle, no Youtube, na qual ele chamou Luciana Gimenez de “mulher de programa”, a apresentadora da RedeTV! abriu uma ação judicial contra a ex-mulher de Marcos Paulo. O processo de número 1003538-0720218260011 tramita no Foro Regional de Pinheiros, da Comarca de São Paulo, SP.

Gimenez pede que Antônia seja condenada a indenizá-la por danos morais, com um valor superior a R$ 10 mil, por ter sido “omissa como entrevistadora”. Além disso, por meio de tutela de urgência, pede que a influenciadora digital seja proibida de citar seu nome publicamente em qualquer veículo de imprensa ou plataforma digital para divulgar informações referentes à sua intimidade, sob pena de multa de no mínimo R$ 20 mil em caso de descumprimento.

Em entrevista à Antônia, o senador Jorge Kajuru – que já é alvo de uma queixa-crime protocolada pelos advogados de Luciana Gimenez no Superior Tribunal Federal (STF) – chamou a apresentadora de ‘mulher de programa’ e de “desqualificada”.

“E sobre a Luciana Gimenez, eu não tenho nada a falar, não falo sobre mulher de programa, Dane-se. Ela já me processou, pode processar de novo. É uma mulher desqualificada, tanto que virou o que virou por 30 segundos com Mick Jagger. Ou você acha que foi por amor? Evidente que não. E ela sabe que eu sei da história toda na casa do Olavo Monteiro de Carvalho né, ela foi contratada para ficar com o Mick Jagger e eu falei isso mesmo, porque para mim ela não tinha respeito com os colegas. Eu trabalhei com ela na RedeTV!, ela chegava como se fosse dona, depois acabou se casando com um dos sócios da Rede TV!, para você ver que a vida dela sempre foi de interesse”, disse o político.

Leia mais:  Tatá Werneck dá patada ao responder como é "ter a mesma idade dos sogros"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana