conecte-se conosco


Tecnologia

Fraudes envolvendo criptomoedas não são raridade no Twitter

Publicado em

Tecnologia

Fraudes envolvendo criptomoedas não são incomuns no Twitter e uma nova aconteceu na tarde desta quarta-feira (15), quando perfis de bilionários e famosos foram invadidos e uma mensagem postada prometia “pagamento em dobro” por depósitos em bitcoins.

Até a noite desta quarta, o golpe que alcançou contas no Twitter como as de Jeff Bezos, dono da Amazon e homem mais rico do mundo, e Bill Gates, fundador da Microsoft, teria arrecadado cerca de R$ 650 mil.

Mensagem com golpe envolvendo bitcoin apareceu no Twitter de Jeff Bezos, dono da Amazon — Foto: Reprodução/Twitter

Mensagem com golpe envolvendo bitcoin apareceu no Twitter de Jeff Bezos, dono da Amazon — Foto: Reprodução/Twitter

Em 2018, um único golpe semelhante já tinha conseguido faturar algo equivalente (na época), em 24 horas. Os hackers invadiram contas verificadas no Twitter e trocaram o nome e a imagem dos perfis para imitar a conta do também bilionário Elon Musk, proprietário da fabricante de carros elétricos Tesla. Musk também foi vítima do golpe desta quarta.

Na mesma época, a conta oficial do G Suite (cesta de serviços do Google para empresas) também foi invadida e promoveu um golpe de Bitcoin.

Leia mais:  WhatsApp libera modo escuro para iPhone e Android; veja como ativar

Em abril deste ano, o Twitter desabilitou o serviço de postagem por SMS, para melhorar a segurança do serviço. Uma das marcas do Twitter, quando foi lançado, era a limitação de 140 caracteres por mensagem – o que permitia que um tuíte fosse publicado com um único torpedo.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Banco do Brasil libera uso do PIX em seu bot para WhatsApp

Publicados

em

Aproveitando a boa recepção do público, o Banco do Brasil se tornou a primeira instituição financeira do país a liberar o uso do PIX pelo WhatsApp. A novidade foi anunciada nesta semana e funciona de forma relativamente simples.

O usuário só precisa chamar o Banco do Brasil no WhatsApp (61 4004-0001), cadastrar sua conta e escrever a palavra PIX. Após isso, o mensageiro deve exibir um menu com as opções de pagar, receber ou cadastrar chave PIX.

Imagem/Reprodução: mobiletime

O bot usado pelo Banco do Brasil foi anunciado no ano passado e já faz uma série de outras operações. Caso o usuário já tenha se cadastrado no PIX, o uso da ferramenta no WhatsApp é ainda mais fácil:

Em casos de pagamento, o assistente virtual deve solicitar a chave PIX do recebedor e o valor. O banco deve informar o nome e a instituição de destino para confirmar a transação. Caso tudo esteja certo, basta apenas responder “sim” para receber um link seguro onde será necessário digitar a senha. Após essa etapa, o comprovante é exibido no mensageiro e pode ser compartilhado.

Caso o usuário queira receber, basta apenas escolher a opção no menu e informar a chave de recebimento, valor e descrição. Assim, o WhatsApp deve exibir um QR Code para ser compartilhado com o pagador. Vale lembrar que o Banco do Brasil é parceiro do sistema de pagamentos do WhatsApp, que ainda não foi liberado pelo Banco Central.

Leia mais:  Nissan Magnite é revelado para ser futuro rival do Volkswagen Nivus

FONTE: https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n166485/banco-do-brasil-pix-whatsapp-bot-pagamentos.html

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana