conecte-se conosco

POLÍTICA

Flordelis abre ‘caixa de memórias’ e relembra 1ª foto com pastor em Brasília

Publicado

source
Flordelis arrow-options
Reprodução/Facebook

Em ‘tbt’, Flordelis lembrou primeira foto em Brasília ao lado do marido: “continuarei nosso propósito”

Toda quinta-feira, as redes sociais são inundadas como novas publicações das chamadas ‘quintas do retorno’, ou ‘tbt’ como são mais conhecidas as throwback Thursdays na expressão em inglês, e que servem para que os usuários relembrem fotos do passado. Desta vez, quem aproveitou a data para fazer uma homenagem foi a deputada Flordelis, que postou em seu perfil a primeira foto em Brasília tirada ao lado do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto no último dia 16 de junho na casa da família em Pendotiba, no estado do Rio de Janeiro.

Leia também: PGR nega suspeição de Moro em caso de Lula e não vê irregularidades em diálogos

Na publicação, Flordelis abriu a ‘caixa de lembranças’ e compartilhou uma imagem ao lado do marido em frente ao Congresso Nacional, onde ela atualmente trabalha. No texto, relembrou as dificuldades enfrentadas ao lado de Anderson e agradeceu por ele ter realizado “todos os seus sonhos”.

Leia mais:  Veja os planos de Bolsonaro para escapar do cerco do STF

“Mexendo na caixa das lembranças, achei essa 1ª foto em Brasília . Quando nos casamos, ele prometeu realizar todas as minhas vontades. E uma delas sempre foi poder ajudar ao próximo. Eu já tinha meu trabalho missionário na favela do Jacarezinho, recuperando jovens do tráfico. Mas eu queira mais! Eu sabia que poderia fazer mais. E foi assim que sonhamos juntos, trabalhamos muito e alçamos voos mais altos. Com a ajuda de Deus, do meu esposo e de quase 200 mil eleitores, fui a Deputada federal (mulher) mais votada do Rio de Janeiro . Ele hoje, MEU NIEL, não está mais aqui fisicamente lutando ao meu lado, apenas em meu coração. Mas continuarei o nosso propósito. Propósito esse de lutar pelos menos favorecidos. Eu vim do beco da favela e entendo bem a dor desse povo. AMOR, OBRIGADA POR REALIZAR MEU SONHO!”, escreveu a parlamentar.

Leia também: RG, CNH, CPF e Título de Eleitor em um mesmo documento? Conheça o DNI

No próximo dia 16, a investigação sobre a morte do pastor Anderson do Carmo completa seis meses. Até o momento, dois filhos do casal, Flávio e Lucas dos Santos, foram presos e acusados de participação no crime, sendo que apenas o segundo já passou por julgamento. Já o papel de Flordelis no caso, e de outros integrantes da família, ainda estão sendo apurados.

Leia mais:  Por divergências com Aras, coordenador da Lava Jato na PGR pede demissão

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Desistência de Datena acirra corrida no PSDB por vice de Covas

Publicado

por

source
Covas
Andre Bueno / Camara de São Paulo

Operação da PF mira fraude em contratos emergenciais da gestão Covas


A desistência do apresentador de televisão José Luiz Datena de participar da disputa pela Prefeitura de São Paulo em 2020 representou o início de uma corrida para definir o nome do vice na chapa do atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), conforme revelado em reportagem da Folha de S.Paulo. 


Datena era avaliado como um nome de convergência entre aliados dos tucanos, já que é filiado ao MDB . Sem o apresentador no pleito, três nomes são os mais cotados para ocupar a vaga de vice e angariar apoio entre aqueles que iriam com Datena, são eles Mara Gabrilli (PSDB), Marta Suplicy (Solidariedade) e Coronel Salles (PSD). 

Mara Gabrilli aparece como uma boa opção por integrar o mesmo partido de Covas e dessa forma não afasta eventuais aliados em um segundo turno, outra vantagem de Mara é o seu capital político conquistado em 2018 ao se eleger senadora com 6,5 milhões de votos com um forte apelo entre as mulheres e os deficientes fisícos, grupos que defende em suas pautas. 

Leia mais:  Por divergências com Aras, coordenador da Lava Jato na PGR pede demissão

A senadora perde pontos na hora de ser escolhida como vice pois transita em um espectro muito próximo de Covas , mais ao centro e com apelo entre camadas da centro-esquerda e da centro-direita. Marta Suplicy é pré-candidata pelo Solidariedade, mas é cotada pelos tucanos por causa do seu potencial eleitoral nas periferias . Os CEUs (Centros de Educação Unificados) idealizados e construídos durante a sua gestão como prefeita pela PT são um forte ativo político entre as camadas mais pobres da cidade.

Outro nome que agrada a cúpula tucana é a do ex-comandante da Polícia Militar de São Paulo Marcello Vieira Salles, que atualmente é pré-candidato a vereador pelo PSD. O partido de Salles representa um problema, pois tem cadidatura própria representada por Andrea Matarazo. Celson Russomano (Republicanos), também pré-candidato, chegou a ser cogitado por alas do tucanato, mas foi descartado por causa do seu vínculo com a igreja Universal do Reino de Deus e o alinhamento com o bolsonarismo

O PSDB tem um mês para decidir o vice, pois tem reunião marcada para o dia 12 de setembro. Covas aparece em primeiro nas pesquisas, mas já teve a candidatura fragilizada no início do ano por conta do anuncio do tratamento de câncer.

Leia mais:  Veja cem momentos em que Jair Bolsonaro minimizou a Covid-19

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana