conecte-se conosco

POLÍTICA

Feminismo quer “tirar direito da mulher de ser assediada”, diz deputado do PSL

Publicado

source

IstoÉ

Deputado Jessé Lopes arrow-options
Rodolfo Espínola / Agência AL

Deputado fez posts durante o final de semana

O deputado do PSL de Santa Catarina Jessé Lopes escreveu, em uma publicação nas redes sociais, que o movimento feminista está tirando “o direito da mulher poder ser ‘assediada’”. Na postagem, o parlamentar crítica a campanha “Não é Não” do Coletivo Feminista de Santa Catarina para o Carnaval deste ano, afirmando que homens e mulheres gostam de ser assediados. “Massageia o ego, mesmo que não se tenha interesse na pessoa que tomou a atitude”, disse.

Em outro trecho da publicação, Jessé Lopes compara o movimento feminista ao MST. “Sempre que conquistam algo, irão procurar outra causa para defender, pois o movimento não pode parar, já que ele é um braço da revolução cultural socialista. É igual ao MST, sempre ganham terras, mas estão sempre sem terras”, escreveu.

Leia também: Juíza diz que feminismo colaborou para degradação da sociedade

O deputado afirma ainda que “toda mulher sabe lidar com assédio”. “Obviamente estou falando do assédio no sentido que o próprio movimento generaliza (dar em cima), e não de atos agressivos e perturbantes. Crime não se previne e nem se combate com tatuagens!”, opinou o deputado.

Leia mais:  Weintraub é convocado pelo Senado para explicar falas da reunião ministerial

Mais tarde, em outra publicação, o parlamentar voltou a fazer criticas ao movimento feminista. “O feminismo, ao contrário do que muitos pensam, só tirou direitos das mulheres: deixou-as menos cuidadosas com a aparência e imbecilizou o comportamento. Ou seja, legalmente estão menos favorecidas, pois hoje, se uma mulher é deixada pelo marido, esse não tem mais a obrigação de honrar o compromisso assumido inicialmente com ela”, afirmou.

Lopes também justificou o uso da palavra “assédio” na publicação anterior. “. A palavra “assédio” em aspas, não tem essa intenção nem proporção. Mas, o intuito de falar sobre ser cantada ou paquerada, nada mais que isso. Para essa turma, validade só tem a narrativa fria de que eu sou apologeta do assédio.”

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Bolsonaro tira máscara em evento e diz que todos vão pegar Covid-19

Publicado

por

source
Bolsonaro
Redes sociais / Reprodução

Bolsonaro tirou a máscara em evento de formação da PF durante a pandemia do novo coronavírus

O presidente  Jair Bolsonaro (sem partido) avisou que tiraria a máscara durante a abertura de um curso de formação da Polícia Federal e disse que não seria um problema, já que todos vão pegar o novo coronavírus um dia. As informações são da coluna Painel, da Folha de São Paulo.

A atitude pública mostrou como o presidente Bolsonaro encara a pandemia que matou mais de 100 mil brasileiros e aconteceu nesta terça-feira (11). Bolsonaro disse, ainda, que está vivo mesmo depois da contaminação pela Covid-19 .

O ministro da Justiça André Mendonça participou da cerimônia por videoconferência após a filha e a mulher testarem positivo para o vírus. Mendonça aguarda o resultado do segundo teste. Até o momento, oito ministros de Bolsonaro foram diagnosticados com a Covid-19 .

Leia mais:  Bolsonaro desafia Globo a chamá-lo para Jornal Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana