conecte-se conosco


Tecnologia

Facebook cria seção de notícias e pagará para veículos divulgarem conteúdo

Publicado em

Tecnologia

source

Olhar Digital

facebook arrow-options
Reprodução/Facebook

Facebook cria seção de notícias


O Facebook está começando os testes de uma nova seção de notícias dentro de seu app . ‘Algumas centenas de milhares’ de usuários irão encontrar lá artigos de veículos como o The Wall Street Journal, USA Today, BuzzFeed, The New Yorker, People, Elle, CBS News e outros, embora a empresa não divulgue quantos veículos participam do experimento no total.

Leia também:Mark Zuckerberg irá depor de novo; desta vez, o motivo é criptomoeda do Facebook

O Facebook está pagando os veículos pelos direitos de uso do conteúdo, que terá curadoria de um grupo de editores humanos que segundo a empresa é “livre e interferência editorial por qualquer um na empresa”. A empresa também publicou suas diretrizes para seleção de conteúdo.

A nova seção terá o conteúdo típico de um jornal : negócios, entretenimento, esportes, ciência e tecnologia, saúde, etc. Os usuários poderão personalizar o conteúdo, ocultando veículos, artigos ou assuntos que não lhe interessam. Na página principal uma seção chamada Today’s Stories listará as principais notícias do dia, selecionadas de acordo com o que você lê .

Leia mais:  Falta uma semana para o Enem: YouTube oferece 'aulão' hoje

Leia também: Vaza-Face: em áudios vazados, Zuckerberg ataca senadora e defende monopólios

Para participar da nova seção, os veículos terão de se registrar como páginas de notícia, seguir as diretrizes da empresa que proíbem a publicação de desinformação e discurso de ódio , entre outras violações, e ter uma aidência “grande o bastante”.

Segundo o Facebook “as pessoas querem e se beneficiam de experiências personalizadas no Facebook, mas sabemos que há notícias que transcendem a experiência individual. Queremos suportar ambas”.

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Banco do Brasil libera uso do PIX em seu bot para WhatsApp

Publicados

em

Aproveitando a boa recepção do público, o Banco do Brasil se tornou a primeira instituição financeira do país a liberar o uso do PIX pelo WhatsApp. A novidade foi anunciada nesta semana e funciona de forma relativamente simples.

O usuário só precisa chamar o Banco do Brasil no WhatsApp (61 4004-0001), cadastrar sua conta e escrever a palavra PIX. Após isso, o mensageiro deve exibir um menu com as opções de pagar, receber ou cadastrar chave PIX.

Imagem/Reprodução: mobiletime

O bot usado pelo Banco do Brasil foi anunciado no ano passado e já faz uma série de outras operações. Caso o usuário já tenha se cadastrado no PIX, o uso da ferramenta no WhatsApp é ainda mais fácil:

Em casos de pagamento, o assistente virtual deve solicitar a chave PIX do recebedor e o valor. O banco deve informar o nome e a instituição de destino para confirmar a transação. Caso tudo esteja certo, basta apenas responder “sim” para receber um link seguro onde será necessário digitar a senha. Após essa etapa, o comprovante é exibido no mensageiro e pode ser compartilhado.

Caso o usuário queira receber, basta apenas escolher a opção no menu e informar a chave de recebimento, valor e descrição. Assim, o WhatsApp deve exibir um QR Code para ser compartilhado com o pagador. Vale lembrar que o Banco do Brasil é parceiro do sistema de pagamentos do WhatsApp, que ainda não foi liberado pelo Banco Central.

Leia mais:  Falta uma semana para o Enem: YouTube oferece 'aulão' hoje

FONTE: https://www.tudocelular.com/mercado/noticias/n166485/banco-do-brasil-pix-whatsapp-bot-pagamentos.html

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana