conecte-se conosco


Entretenimento

Ex-BBB Gyselle Soares relata assalto à mão armada: “Terror”

Publicado

source
Gyselly Soares sofreu o assalto dia 29 de janeiro
Divulgação/Benjamin Decoin

Gyselly Soares sofreu o assalto dia 29 de janeiro

Gyselle Soares explicou na terça-feira (02) a ausência nas redes sociais. A ex-BBB está assustada por conta de um assalto à mão armada que sofreu no último dia 29 na porta de casa em Timon, Maranhão.

Você viu?

“Na última sexta-feira, dia 29 de janeiro, sofri um assalto à mão armada na porta da minha casa. Foi um momento muito traumático e de terror. Ainda estou assustada com o que houve, mas, aos poucos voltarei à minha rotina normal”, disse. Ela fez um boletim de ocorrência na terça (29). 

“Eu estava com a minha vizinha. O bandido chegou, levantou a arma e pegou os nossos telefones. Ninguém reagiu e todo mundo deu o celular. Foi horrível, mas não aconteceu nada comigo, graças a Deus. Mas a cena ficou marcada na minha cabeça porque tudo poderia acontecer. Hoje em dia tem morte até por celular. A lição que eu tive é não ficar na porta de casa ou com o celular na rua. Isso pode atrair pessoas maldosas. Isso é muito perigoso e pode tirar as nossas vidas”, disse. 

Leia mais:  Neurocirurgião brasileiro vai para Orlando atender Gugu Liberato

Ela ainda disse que por ter vivido na Europa por anos, ficou desacostumada com a violência no Brasil. “Eu vim da Europa e não tenho esse hábito. Olha o que aconteceu! A minha vida ficou em risco e poderia ter partido por causa de um celular”, afirmou.

A ex-BBB agradeceu o apoio dos fãs que souberam do crime. ” Agradeço de todo coração, as mensagens de carinho e pela preocupação de todos. Amo vocês”, finalizou.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Ludmilla compartilha crítica sobre lockdown e apaga após ser criticada

Publicado

por

source
Ludmilla
Instagram/Reprodução

Ludmilla

Ludmilla movimentou a internet nesta sexta-feira (5), após compartilhar uma crítica ao lockdown decretado no Rio de Janeiro, onde a cantora reside com a família. A publicação da funkeira questiona se pessoas de serviços considerados não essenciais continuarão frequentando serviços essenciais. “Vidas importam e os trabalhos também”, diz um trecho do texto, que foi apagado minutos depois da publicação ir ao ar. Mas os internautas tiraram print e desde então a cantora vem sendo muito criticada por conta da postagem.

O texto publicado por Ludmilla, que é originalmente do especialista em sobrancelhas, Rafa Paixão, dizia o seguinte: “Será que o dono da academia (não essencial) continuará indo ao supermercado (essencial)? Será que o dono da loja de vestuários (não essencial) continuará indo ao posto de combustível (essencial)? Será que a dona do bar (não essencial) continuará indo à loja de material de construção (essencial)? Será que a filha do músico (não essencial) continuará naquele colégio (essencial)? Será que a dona Maria, garçonete (não essencial), pagará o IPTU (essencial)? Será que o vendedor ambulante (não essencial) pagará o aluguel (essencial)? Será que o artesão (não essencial) pagará a conta de água, luz (essencial)? Será que o que está sendo considerado não essencial, realmente não é mesmo essencial? Tudo é essencial. Vidas importam e os trabalhos também”.

Leia mais:  Ex-Musa da Unidos do Peruche revela indícios de suposta traição de Arthur Aguiar
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana