conecte-se conosco


EVENTOS

Esquenta Carnaval de Limeira do Oeste começa hoje

Publicado em

EVENTOS

Já é tradição o pré-Carnaval em Limeira do Oeste que sempre acontece no final de semana que antecede o Carnaval. Neste ano de 2020, acontecerá nos dias 14, 15 e 16.

Hoje (14), a Banda do Porto estará abrilhantando a 1ª noite de festa. Amanhã (15) a animação ficará por conta da Swingueira Brasil e no domingo haverá matinê a partir das 14 horas com Só Refrão.

Vale destacar que além das bandas, o Dj Gustavo estará animando a galera a partir das 23 horas todas as noites.

O Pré-Carnaval de Limeira do Oeste é realizado pela prefeitura com apoio da câmara municipal e com apoio de todas as secretarias em especial da Cultura e Educação que estão realizando a decoração.

O Carnaval além de proporcionar diversão e entretenimento para a população, movimenta a economia da cidade. E por ser pré-carnaval a administração pública economiza nas contratações das bandas e a data oficial do Carnaval fica livre para as pessoas do município descansar ou participar de outros carnavais da região.

Vale apena lembrar que Limeira do Oeste, além de ter uma administração modelo em Educação, Esporte, Cultura, Saúde e Assistência Social, tem também a tradição em realizar os melhores eventos da região, prova disso, foi o último réveillon realizado pela prefeitura que reuniu uma multidão de pessoas das cidades vizinhas se consagrando o melhor da região.

Leia mais:  Fernandópolis: Acif e Sindicato Rural auxiliam Prefeitura no combate ao Coronavírus

Parabéns ao prefeito Pedro Socorro e a todos que fazem parte da gestão 2017/2020 por mais uma grande realização.

Equipes trabalham a todo vapor na montagem da estrutura e ornamentação do evento, confira:

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

É quase Natal

Publicados

em

É quase Natal

 

 

Gilmar FochessatoDa janela do apartamento, olho para o Desbravador, imponente, mantendo seu destaque. Mas hoje, pela solidão…
Não há luzes, não há decoração em torno da região em que fica o monumento. Não há o olho brilhando da criança nos ombros do pai. Não há o sorriso faceiro da senhorinha de cabelos brancos relembrando tantas histórias passadas. Não há famílias interagindo com outras famílias, o reencontro de velhos conhecidos…A praça não tem casa do Papai Noel, bonecos dançantes, renas e outros bichinhos que chamam a atenção dos pequenos. Nem vendedores ambulantes disputando espaço pra fazer um último “troco” no fim de ano. Nem o artista que podia, ali, mostrar mais uma vez seu talento. Ou até, quem sabe, pela primeira vez…Sinto falta de tudo isso? Claro que sim. Mas penso imediatamente em quem está em outro lugar, também sem decorações brilhantes. Quartos brancos, cores opacas… Gente à espera de uma boa notícia. Uma informação que traga conforto e que estanque a aflição e o sofrimento. Quantas pessoas passaram por isso e veem neste fim de ano realmente a chance da renovação. Ou de fazer valer a pena – a partir daqui – por quem merece que o façamos assim.Na avenida principal da cidade, carros seguem indo de lá pra cá. Sempre tem quem deixa algo pra última hora. Tem loja aberta ainda… A pé, passam também pessoas fazendo exercícios. Ou só quem está na rua por pura curiosidade mesmo. Tomara que depois desses afazeres, que não me dizem respeito, o caminho desta gente seja em direção a conscientização. Precisamos ter aprendido a como fazer uma comemoração da maneira mais prudente possível.O cenário, com movimento mas sem brilho, do centro da cidade, reflete o que vivemos até aqui.

Leia mais:  10% das infecções por coronavírus no mundo são em profissionais da saúde, destaca diretor-geral da OMS

Volto meus olhos para ti, Desbravador. Você, que é símbolo de um povo que luta e não desiste até alcançar. O próximo Natal estará mais iluminado a sua volta, creio… Não só de luzes que piscam, mas pela esperança que aprendemos a renovar após momentos tão difíceis. Ao seu lado, na Catedral Santo Antônio (ou onde cada um tiver seu refúgio de oração), seguiremos rezando para respeitar a história de quem não está mais entre nós. E também para que a empatia e o cuidado com o outro sejam nossos presentes: pra nós mesmos, pra quem gostamos e até mesmo pra quem nem conhecemos. Presentes que durem bastante (quem sabe, pra sempre) e representem um novo jeito de viver, uma nova vida, como o verdadeiro espírito do Natal.


Gilmar Luiz Fochessato, 43 natais, 18 deles com o Lucas, 11 deles com o Augusto. Tenho fotos com cara de assustado ao lado do papai noel quando criança, mas ainda acredito na mensagem de inspiração do bom velhinho a cada fim de ano. Já fui repórter, apresentador, editor-chefe e hoje coordeno o jornalismo da NSC TV em Chapecó.

Leia mais:  Fernandópolis: Acif e Sindicato Rural auxiliam Prefeitura no combate ao Coronavírus

Fonte: https://www.nsctotal.com.br/especiais/olhares-de-esperanca-cronicas-e-contos-de-natal#oeste

FELIZ NATAL

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana