conecte-se conosco


POLÍTICA

Enquanto afaga o Nordeste, Bolsonaro trabalha para “fidelizar” o Sul

Publicado

source
Jair Bolsonaro de máscara em inauguração de obra
O Antagonista/Crusoé

Bolsonaro inaugurou obras herdadas no Nordeste

Apesar da recente investida no Nordeste , a fim de inaugurar obras herdadas e tentar se cacifar politicamente na região, o presidente Jair Bolsonaro (foto) priorizou o Sul do país na hora de assinar novos contratos de infraestrutura.

Quase 30% dos 2,6 bilhões de reais em contratações feitas pelo ministério comandado por Tarcísio de Freitas desde o início da atual gestão foram direcionados aos estados da região onde Bolsonaro teve votação expressiva nas eleições de 2018 e derrotou com sobras o petista Fernando Haddad.

A maior parte dos recursos, cerca de 550 milhões de reais, foi para obras viárias no Rio Grande do Sul, estado mais beneficiado do país com novas obras do governo federal.

A última contratação, assinada em maio pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT, foi para melhorias na BR-472, que cruza o interior gaúcho e é considerada a mais perigosa da região.

Leia mais:  Deputados pedem impeachment de Salles

O valor repassado ao Rio Grande do Sul é maior do que a soma dos recursos destinados para obras viárias em outros 14 estados. O segundo estado mais beneficiado pelos novos contratos de infraestrutura da gestão Bolsonaro foi Minas Gerais, com 383 milhões de reais de janeiro de 2019 a julho de 2020.

Fonte:  Crusoé

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Andrea Matarazzo é o candidato entrevistado pelo iG nesta segunda

Publicado

por

source
Andrea Matarazzo de camisa branca com casas desfocadas ao fundo
Divulgação

Andrea Matarazzo, candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSD

O empresário Andrea Matarazzo (PSD) é o entrevistado desta segunda-feira (21), às 11h, na série de lives do portal iG com os candidatos à Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais de 2020.

Matarazzo foi ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência de Fernando Henrique Cardoso entre 1999 e 2001. Em 2005 se tornou subprefeito da Sé na gestão de José Serra na capital paulista. Ele assumiu também, em 2006, a Secretaria Municipal de Serviços, como subprefeito da Sé e secretário de Coordenação das Subprefeituras na gestão de Gilberto Kassab.

Em 2010, assumiu a Secretaria de Estado da Cultura, cargo que ocupou até 2 de abril de 2012. Se último cargo foi de vereador em São Paulo, entre os anos de 2013 e 2016.

Leia mais:  Governo exonera secretário do MEC ligado a Weintraub

Ao entrevista ao ar no  canal do YouTube ou na  página do Facebook do portal. Todas as entrevistas serão transmitidas nas duas plataformas a partir de hoje, sempre às 11h.

Durante a entrevista, os internautas poderão interagir e mandar perguntas. Essa é a hora para esclarecer todas as dúvidas e votar de forma consciente. Somente com informação de qualidade e democracia caminhando lado a lado que se toma a melhor decisão nas urnas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana