conecte-se conosco


POLÍTICA

Eleições deste ano podem durar 1h a mais e ter horário reservado a idosos

Publicado

source
Eleições irão ocorrer em 15 e 29 de novembro
Senado Federal/Divulgação

Eleições irão ocorrer em 15 e 29 de novembro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está analisando possibilidades para viabilizar as eleições municipais deste ano e evitar aglomerações. Nesta quarta-feira (5), o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, disse que uma opção é estender a votação em pelo menos uma hora e reservar um horário apenas para pessoas acima dos 60 anos.

‘Nós imaginamos nas próximas semanas, provavelmente ainda no mês de agosto, termos uma definição do horário, sendo que muito possivelmente nós estenderemos em uma hora pelo menos o horário de votação, que seria de 8h às 18h”, explica Barroso sobre as possibilidades para as eleições .

O presidente do TSE também afirma que é “muito possivelmente nós reservaremos o primeiro horário para os que tem mais de 60 anos e são considerados grupo de risco”. O horário reservado seria das 8h às 11h, possivelmente.

Leia mais:  Roraima tem 2 casos e deixa de ser o único estado sem coronavírus

Contudo, Barroso explica que “nós ainda não batemos o martelo”. “Não estou confirmando isso porque nós temos uma consultoria técnica para fazermos”.

“O que fizemos foi solicitamos um estudo ao setor de estatística para calcularmos a saturação de cada uma das seções eleitorais no sentido de impedir a formação de filas e aglomerações”, explica sobre as ações tomadas até agora para viabilizar as eleições .

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Andrea Matarazzo é o candidato entrevistado pelo iG nesta segunda

Publicado

por

source
Andrea Matarazzo de camisa branca com casas desfocadas ao fundo
Divulgação

Andrea Matarazzo, candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PSD

O empresário Andrea Matarazzo (PSD) é o entrevistado desta segunda-feira (21), às 11h, na série de lives do portal iG com os candidatos à Prefeitura de São Paulo nas eleições municipais de 2020.

Matarazzo foi ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência de Fernando Henrique Cardoso entre 1999 e 2001. Em 2005 se tornou subprefeito da Sé na gestão de José Serra na capital paulista. Ele assumiu também, em 2006, a Secretaria Municipal de Serviços, como subprefeito da Sé e secretário de Coordenação das Subprefeituras na gestão de Gilberto Kassab.

Em 2010, assumiu a Secretaria de Estado da Cultura, cargo que ocupou até 2 de abril de 2012. Se último cargo foi de vereador em São Paulo, entre os anos de 2013 e 2016.

Leia mais:  Reforma em chácara de Lula de três mil metros quadrados está paralisada

Ao entrevista ao ar no  canal do YouTube ou na  página do Facebook do portal. Todas as entrevistas serão transmitidas nas duas plataformas a partir de hoje, sempre às 11h.

Durante a entrevista, os internautas poderão interagir e mandar perguntas. Essa é a hora para esclarecer todas as dúvidas e votar de forma consciente. Somente com informação de qualidade e democracia caminhando lado a lado que se toma a melhor decisão nas urnas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana