conecte-se conosco


POLÍTICA

Doria elogia decisão de Bolsonaro de efetivar Pazuello como ministro da Saúde

Publicado

source
Governador João Doria
Agência Brasil

Governador de São Paulo, João Doria é um dos críticos de Bolsonaro no combate à pandemia

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), usou as redes sociais nesta quarta-feira (16) para elogiar a decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de efetivar o general Eduardo Pazuello para o comando do Ministério da Saúde. A efetivação ocorre quatro meses após o militar assumir a chefia da pasta de forma interina.

“Uma decisão correta. Pazuello tem tido uma postura republicana e aberta ao diálogo. Que ele possa continuar a ajudar nosso país a superar a pandemia”, escreveu o tucano no Twitter.

Leia mais:  Por 11 a 1, STJ decide manter o afastamento de Witzel

Doria é um dos maiores críticos do governo federal no combate à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). À época das demissões de Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich , que foram ministros da Saúde antes de Pazuello, o governador reprovou fortemente a decisões de afastamento.

Além dessas críticas, Doria também ocupou a linha de frente nos embates dos estados com Bolsonaro e já cobrou inúmeras vezes que o presidente tenha um comportamento exemplar diante da gravidade da pandemia.

Em várias oportunidades, Bolsonaro já participou de manifestações em seu apoio em Brasília, causou aglomerações em frente ao Palácio do Planalto, cumprimentou apoiadores e tirou fotos com eles sem máscara.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

“Tchau Salles”: Movimento pede a saída do ministro do Meio Ambiente

Publicado

por

source
Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles
Carolina Antunes/PR

Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles

Um movimento que pede a saída do ministro Ricardo Salles do comando da pasta do Meio Ambiente ganhou força nos últimos dias e foi alavancado ainda mais depois que Salles tentou  flexibilizar resoluções que protegiam manguezais e restingas.

Desde segunda-feira (28), quando o ministro tentou revogar as normas, a adesão a um movimento chamado Tchau Salles quase dobrou. O número de assinaturas saltou de 120 mil para 210 mil, segundo o diretor da Climainfo, Delcio Rodrigues. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

A Climainfo é uma das 22 entidades responsáveis pela campanha criada em julho, após o Ministério Público Federal pedir afastamento do ministro por improbidade.

Leia mais:  PSOL pede que Alexandre de Moraes investigue fake news contra Jean Wyllys

A revogação das resoluções elimina instrumentos de proteção com o argumento de que elas foram abarcadas por leis que vieram depois, como o Código Florestal.

Após a repercussão negativa, a  Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu a extinção de duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente, que é presidido Salles.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana