conecte-se conosco


POLÍTICA

Dinheiro na cueca: Chico Rodrigues retoma mandato no Senado

Publicado

source
Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)
Senado Federal

Senador Chico Rodrigues (DEM-RR)

Nesta quinta-feira (18), o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que estava de licença após ser flagrado com  dinheiro na cueca em outubro do ano passado , reassumiu o mandato. O retorno de Rodrigues ao cargo foi liberado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal ( STF ), Luís Roberto Barroso.

O parlamentar foi flagrado com uma quantia de R$ 33 mil nas roupas íntimas durante uma operação da Polícia Federal (PF) na casa dele. Durante o mandado de busca de apreensão, Rodrigues passou por revista três vezes. Em todas, os agentes encontraram cédulas na cueca dele. O senador é acusado de desviar recursos da Covid-19, mas nega as acusações.

Atualmente, o sistema do Senado coloca Rodrigues como parlamentar “em exercício”. Ele pode pedir um novo período fora do cargo, o que não ocorreu até o momento, segundo o Estadão . A Constituição e o regimento interno do Senado afirmam que um parlamentar não pode se licenciar do mandato por mais de 120 dias em um ano. Como Rodrigues foi licenciado em outubro, ele ainda pode ficar mais dois meses e meio afastado.

Embora Barroso não tenha prorrogado o afastamento do senador, o ministro decidiu mantê-lo fora da comissão criada para discutir os valores destinados a Estados e municípios com o objetivo de combater a pandemia da Covid-19 . O senador também é alvo de uma representação no Conselho.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Ciro Gomes pede impeachment de  Bolsonaro: “condena população à morte”

Publicado

por

source
Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais
Reprodução: iG Minas Gerais

Ciro Gomes falou sobre a pandemia e pediu o impeachment de Jair Bolsonaro em suas redes sociais

O ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) , comentou nesta sexta-feira (26) sobre a atuação de Bolsonaro na pandemia em um momento que o sistema de saúde tem entrado em colapso em diversas cidades . Ele voltou a pedir o impeachment do presidente.

“Mais uma vez me dirijo ao que resta de decência do Congresso Nacional: manter Bolsonaro como presidente é manter nosso povo acuado, sem emprego, sem renda, sem comida e condenado à morte!”, disse em sua conta no Twitter.

Ciro afirmou que a rejeição de Bolsonaro às medidas de contenção à Covid-19 e a promoção de aglomerações é “criminosa”. 

Leia mais:  Não vai votar? Saiba como justificar pelo app, site ou presencialmente

“O Brasil está muito próximo de viver uma tragédia assustadora! Governadores e prefeitos estão tentando proteger a população com medidas restritivas, como toque de recolher e lockdown”, defendeu. “E Bolsonaro, CRIMINOSAMENTE, promove aglomerações em municípios com graves índices de Covid-19”, completou. 

“Bolsonaro está condenando a população brasileira a assistir ainda mais mortes. Repito: o que está projetado para os próximos dias é terrível. É o colapso do sistema de saúde!” 

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana