conecte-se conosco

ARTIGOS

Detalhes no cuidado com idosos em tempos de pandemia

Publicado

A esta altura dos acontecimentos, todos já sabem que é indispensável lavar muito bem as mãos com frequência e que os idosos devem ficar em casa nos próximos meses, para não se expor ao novo coronavírus. Igualmente importante é que qualquer um que entre em contato com uma pessoa mais velha tome cuidado redobrado para não haver o risco de infectá-la, inclusive usando máscara se apresentar algum sintoma relacionado à Covid-19. Portanto, se a visita não é essencial, tente trocá-la por um encontro virtual ou telefonemas. Há uma série de detalhes que podem passar despercebidos, mas que trazem maior segurança para todos. Fiz uma lista:

Detalhes ligados à higiene podem fazer muita diferença quando se trata de proteger os mais velhos — Foto:  Klimkin por Pixabay

Detalhes ligados à higiene podem fazer muita diferença quando se trata de proteger os mais velhos — Foto: Klimkin por Pixabay

1) Quando chegar à casa do idoso, tire os sapatos e os deixe do lado de fora.

2) Deixe bolsa e sacolas perto da porta. Não as coloque sobre a mesa ou o sofá, locais que podem ser facilmente contaminados.

Leia mais:  Números da Covid-19 no país podem ser maiores porque quantidade de testes é insuficiente

3) Se for possível, mantenha distância e evite o contato físico.

4) Se tiver que manipular o idoso, troque de roupa e prenda o cabelo.

5) Quando levar compras para a casa, higienize os itens, que certamente já foram tocados por inúmeras pessoas.

6) O mesmo procedimento deve ser observado quando receber entregas, de correspondência a compras.

7) Não basta caprichar na limpeza do banheiro. Estenda esse cuidado para controles remotos, maçanetas, interruptores de luz, bicas, puxadores de gavetas, mesas e balcões, ou seja, todas as superfícies que podem ser tocadas.

8) Se o idoso tiver algum comprometimento cognitivo, transforme a higiene numa ação prazerosa: lavar as mãos pode ser uma gincana a ser cumprida de hora em hora.

9) Vale o mesmo para a hidratação: é fundamental beber muito líquido. Se houver resistência, ofereça suco ou chá, não precisa ser somente água.

10) Utilize apenas lenços descartáveis para assoar o nariz.

Por G1

Comentários Facebook
publicidade

ARTIGOS

Quais os cuidados na ida ao mercado em meio à pandemia do coronavírus? Médico dá dicas e responde a dúvidas

Publicado

Para evitar o aumento no número de casos da Covid-19, a recomendação é que as pessoas fiquem em casa e só saiam para fazer atividades essenciais, como a ida ao supermercado para comprar comida, bebida e itens para a casa.

Por isso, o G1 conversou com o médico infectologista Luis Fernando Waib, da Sociedade Brasileira de Infectologia, para que ele respondesse a dúvidas de quem precisa ir ao mercado ou pedir comida por aplicativo. O que fazer para não ter o risco de ser contaminado?

Além do óbvio, como já ter uma lista dos itens necessários para não demorar no mercado e não estocar alimentos em casa, Waib lembra que é muito importante não levar a mão ao rosto. Durante as compras, a pessoa toca nos itens, nas prateleiras e mesmo no carrinho do supermercado.

O infectologista acrescenta ainda que é necessário manter uma distância dos demais consumidores e que ir ao mercado em horários menos movimentados “diminui o risco de contaminação pela tosse das pessoas, mas não pelo toque”.

Além disso, ao receber em casa comida ou compras de supermercado via aplicativo, o médico também afirma que é recomendável tirar o alimento da embalagem ou da sacola plástica, guardar em outro recipiente higienizado, jogar fora aquela embalagem usada e lavar as mãos antes de comer.

Veja abaixo perguntas e respostas:

1) Quais cuidados eu devo ter ao ir ao supermercado?

“Enquanto estiver no supermercado, lembre-se de que todas as superfícies foram tocadas por inúmeras pessoas antes de você. Será impossível evitar o toque, então a recomendação é que durante as compras não toque o rosto em hipótese alguma. Após acomodar as compras no porta-malas ou no carrinho de feira, higienize as mãos (álcool-gel ou água e sabão).”

Leia mais:  Twitter apaga publicações de Jair Bolsonaro por violarem regras da rede

2) Idosos e pessoas do grupo de risco devem evitar ir ao supermercado?

“Eventualmente, os idosos podem se ver em um corredor do mercado próximos a alguém que está tossindo. Ou se esquecer de que as superfícies foram tocadas por outras pessoas antes e acabar tocando o rosto. Se houver contaminação, o risco para o idoso é aumentado.”

3) Posso ir ao supermercado mesmo se eu tiver febre e outros sintomas da Covid-19?

“Se você tiver febre ou sintomas gripais, você deve evitar de sair de casa. É melhor procurar serviços de entrega em casa. Caso seja impossível, coloque uma máscara e em seguida higienize as mãos após sair de casa. Não toque o rosto e fique o menor tempo possível fora de casa.”

4) O carrinho do supermercado pode ser uma superfície contaminada?

“Sim, todas as superfícies, especialmente aquelas tocadas frequentemente por várias pessoas, como por exemplo a barra onde seguramos para empurrar o carrinho.”

5) Escolher frutas pode ser a etapa mais perigosa dentro do supermercado (por encostar em vários itens)?

“Tocar frutas e todas as superfícies que foram tocadas por outras pessoas e inadvertidamente tocar o próprio rosto [é o problema]. Se após as compras o indivíduo realizar correta higiene de mãos, então o risco de contaminação está eliminado.”

6) Escolher um horário menos frequentado, ou mais vazio, pode ser uma forma de evitar o risco de ser contaminado?

“Ao escolher um horário menos movimentado, você diminui o risco de contaminação pela tosse das pessoas, mas não pelo toque. O coronavírus permanece viável e infectante nas superfícies por várias horas.”

7) Qual distância eu devo manter do outro cliente na fila de pagamento?

“A distância recomendada na fila, ou em qualquer outro cenário, é de 1,5 metro.”

Leia mais:  Paiva Netto - Reflexão de Boa Vontade: Espírito, cérebro e comando

8) Quais itens não podem faltar na lista do supermercado de quem quer se manter saudável na quarentena?

“A embalagem portátil de álcool gel é o item mais importante, porque há muita dificuldade de encontrar local apropriado para higiene das mãos nos estabelecimentos comerciais. De resto, uma alimentação saudável, banhos de sol moderados e, na medida do possível, não interromper atividades físicas regulares.”

9) Se eu for pagar em dinheiro, eu devo lavar a minha mão após receber o troco?

“Você deve higienizar as mãos após mexer com dinheiro, mesmo que não haja troco.

10) Quais devem ser os cuidados ao receber a comida encomendada pelo aplicativo?

“Você deve remover as embalagens do saco de papel, passar os alimentos para uma louça higienizada, descartar as embalagens e lavar as mãos antes de começar a comer.”

11) O coronavírus pode estar na caixa de papelão da pizza?

“Sim, ele também pode estar na caixa da pizza.”

12) O coronavírus pode estar na sacola plástica? Eu devo jogar álcool na sacola plástica? Ou apenas lavar as mãos antes e depois de encostar na sacola?

“Sim, ele pode estar na sacola plástica. É preciso remover o alimento da sacola, das embalagens para a louça, descartar as embalagens e higienizar as mãos antes de comer.”

13) O coronavírus pode estar na comida?

“Eventualmente pode haver coronavírus na comida, caso o cozinheiro esteja doente. Entretanto, não há registro de infecção por coronavírus pela via alimentar até o momento, então eu não me preocuparia com isso.”

Sobrevida do coronavírus em superfícies — Foto: Arte/G1Sobrevida do coronavírus em superfícies — Foto: Arte/G1

Sobrevida do coronavírus em superfícies — Foto: Arte/G1

 

Por: G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana