conecte-se conosco

ITURAMA E REGIÃO

Deputado Zé Silva promove debate sobre assistência técnica e extensão rural

Publicado

Evento na Câmara irá contar com audiência pública e lançamento de Frente Parlamentar em defesa do serviço aos pequenos agricultores em todo o Brasil

O deputado federal Zé Silva (SD-MG), membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), realiza, na próxima quinta-feira (7), debate em defesa do fortalecimento do Serviço de Extensão Rural Público Brasileiro. O serviço de extensão rural no país hoje conta com cerca de 25 mil profissionais em mais de cinco mil municípios. O objetivo é desenvolver a atividade agropecuária, por meio de novas tecnologias e do fomento à profissionalização dos pequenos agricultores.

O evento, que irá acontecer no plenário 1 das Comissões da Câmara a partir das 13h30, contará com uma audiência pública sobre Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), o lançamento do Pacto pelo Fortalecimento da ATER pública brasileira e a instalação da Frente Parlamentar de Assistência Técnica e Extensão Rural.

“O Congresso Nacional é o espaço mais democrático do país e entendemos que é nosso dever promover o fortalecimento da ATER, por meio de ações fortes, contundentes, elaboradas por especialistas que conhecem a fundo a realidade do campo, das políticas públicas e, principalmente, seus desafios”, afirmou o deputado Zé Silva.

Leia mais:  Golpista em Uberaba finge ser cliente de imobiliária, pega chaves de vários imóveis e furta torneiras

De acordo com ele, o serviço de ATER enfrenta tempos adversos nos últimos anos, desde a extinção da Empresa Brasileira de Assistência Técnica e Extensão Rural (Embrater), nos anos 90, até a criação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), em 2014. “O desafio agora é interromper o desmonte mais uma vez iniciado em alguns locais pelo Brasil e assegurar sua reconstrução, com uma nova proposta, uma nova visão, um novo jeito de fazer ATER”, defendeu.

Foram convidados para o evento a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; a coordenadora Geral da Federação Nacional dos Trabalhadores da Assistência Técnica e Extensão Rural do Setor Público Agrícola do Brasil (Faser), Lucia Morais Kinceler; o presidente da Asbraer, Nivaldo Moreno Magalhães; o presidente da Anater, Ademar Silva Júnior; o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa, Fernando Schwanke; o presidente do Consepa, Antônio Carlos Machado; o presidente da Contag, Aristides Veras dos Santos, além de representantes da CNA, OCB, Senar e presidentes de todas as Emateres do país.

Leia mais:  Prefeito Anderson Golfão visita Escola Municial João Ribeiro Rosa

Por: agencia.fpagropecuaria.org.br

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Prazo para eleitor regularizar título termina em maio

Publicado

Quem não estiver em dia com documento, não poderá votar nas eleições

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país.

No ano passado, 2,4 milhões de títulos foram cancelados porque os eleitores deixaram de votar e justificar ausência por três eleições seguidas. Para a Justiça Eleitoral, cada turno equivale a uma eleição.

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada uma multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer. O prazo para fazer a solicitação termina no dia 6 de maio, último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Além de ficar impedido de votar, o cidadão que teve o título cancelado fica impedido de tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

Leia mais:  Prefeito Anderson Golfão visita Escola Municial João Ribeiro Rosa

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar.

Por: Limeira Notícias

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana