conecte-se conosco


POLÍTICA

CPI da Covid-19: Pressão aumenta no Senado para investigação contra o governo

Publicado em

POLÍTICA

source
CPI da Covid: debate sobre abertura de inquérito agita o Senado
Reprodução: iG Minas Gerais

CPI da Covid: debate sobre abertura de inquérito agita o Senado

Cresce no  Senado Federal um movimento para que a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito ( CPI ) da Covid-19 investigasse as ações do governo federal durante a pandemia do novo coronavírus. A abertura do inquérito depende do fim do lockdown em Brasília . As informações são do Correio Braziliense .


Há quem se diz favorável

De acordo com senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição, o número de parlamentares dispostos a assinarem o requerimento aumentou com a sequência de recordes de mortes por Covid-19.

Paulo Rocha (PT-PA), líder da bancada petista , diz que não é uma CPI genérica e sim “direcionada à questão da saúde “.

Você viu?

Izalci Lucas (PSDB-DF), líder dos tucanos , argumenta que há grandes chances do inquérito ser instalado pois “há muita cobrança, é um instrumento da maioria”.


E quem seja contra

Marcos Rogério (DEM-RO), líder do partido, foi de encontro a iniciativa e atacou a proposta, pois ” CPI não gera leito de UTI, não traz vacina e não atua na ponta”.


Telmário Mota (PROS-RR), também líder de sua sigla, disse que uma CPI não trará resultados, por que ” se a Polícia Federal e o Ministério Público estão atuando, qual a finalidade da CPI? Vai apurar e encaminhar a esses órgãos. Será chover no molhado”.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

“Vou tomar por último, tem muita gente apavorada”, diz Bolsonaro sobre vacina

Publicados

em

Por

source
Presidente Jair Bolsonaro
Foto: Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

Na sexta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não pretende tomar a vacina da Covid-19 agora. Em conversa com apoiadores que o esperavam em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente justificou que a decisão é pelo fato de ter “muita gente apavorada” esperando pela vacina.

“O que acontece, tem muita gente apavorada aí aguardando a vacina, então deixa as pessoas tomarem na minha frente. Vou tomar por último. Eu acho que essa é uma atitude louvável. Porque tem gente que não sai de casa, está apavorado dentro de casa”, disse Bolsonaro. O presidente chegou a se queixar que a imprensa teria criticado a sua decisão de se vacinar por último. “Em vez da imprensa me elogiar, me critica”, afirmou.

Bolsonaro está apto a receber a vacina no Distrito Federal desde o dia 3 de abril. Antes, ele explicava que não ia se vacinar porque já teria contraído o vírus em julho do ano passado.

De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa da quinta-feira (15), 25.460.098 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19. O número representa 12,02% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 8.558.567 pessoas (4,04% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana