conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Covid-19: ocupação de leitos em hospitais de Uberlândia permanece alta

Publicado

Uberlândia continua próxima da ocupação total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados ao tratamento de pacientes com a Covid-19. O levantamento foi feito pela TV Integração e pelo G1 junto aos hospitais da cidade nesta segunda-feira (9).

Na semana passada, o G1 mostrou que apenas a rede municipal tinha leitos disponíveis. Segundo o boletim diário da Prefeitura, a cidade confirmou mais seis mortes e 461 novos casos de coronavírus.

De acordo com as informações, três unidades hospitalares estavam com todas as UTIs ocupadas e outras três estão próximas da ocupação total. A reportagem entrou em contato com os hospitais Santa Marta e Madrecor, mas não houve retorno até a última atualização da reportagem.

Veja a taxa de ocupação nos hospitais de Uberlândia:

  • HC-UFU: os oito leitos de Unidade de Terapia Intensiva estão ocupados;
  • Hospital Santa Clara: sete dos oito leitos de UTI destinados para pacientes com Covid-19 estão ocupados;
  • Hospital Santa Genoveva: os 11 leitos para pessoas com coronavírus estão ocupados;
  • Hospital Santa Marta: não informado;
  • UMC: todos os 10 leitos de UTI para pacientes com coronavírus estão ocupados;
  • Madrecor: não informado;
  • Hospital Municipal: 90% das UTIs para pacientes com Covid-19 estão ocupados no prédio principal. No anexo, que funciona no antigo Hospital Santa Catarina, 60 das 62 Unidades de Terapia Intensiva estão com pacientes.
Leia mais:  Covid-19: veja boletim da Prefeitura de Araxá de 02/03/2021; cidade chega a 70 mortes

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba e MG1

Comentários Facebook
publicidade

CIÊNCIA E SAÚDE

Covid-19: Prefeitura de Uberlândia confirma presença de duas variantes do coronavírus na cidade

Publicado

Segundo anunciado, variantes brasileira e britânica foram encontradas em 48 amostras colhidas no município. Em fevereiro, o assessor da rede de urgência e emergência, Clauber Lourenço, já havia dito em rede social sobre esta possibilidade, que chegou a ser confirmada por meio de nota e depois descartada pela Administração.

A Prefeitura de Uberlândia confirmou nesta sexta-feira (5) a circulação de duas variantes do coronavírus na cidade. O anúncio foi feito pelo prefeito Odelmo Leão (PP) e pelo secretário de Saúde, Gladstone Rodrigues, durante coletiva de imprensa.

De acordo com o Gladstone, a variante brasileira do vírus, descoberta inicialmente em Manaus, e a variante britânica foram encontradas em 48 amostras colhidas no município. A confirmação foi feita por estudo elaborado pela Universidade de São Paulo (USP) e pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

“Precisamos reiterar que as pessoas devem fazer a sua parte, pois essa onda é muito pior que a primeira registrada em 2020”, afirmou o secretário.

Em fevereiro, a Secretaria de Saúde já havia anunciado que a variante brasileira já circulava na cidade. No mesmo mês, o Município chegou a confirmar a presença da variante, mas voltou atrás.

Leia mais:  Rio Preto tem 33 pessoas curadas do COVID-19

Também presente na coletiva, mas de forma virtual, o infectologista Marcelo Simão enfatizou a gravidade da situação e a necessidade da população seguir as medidas determinadas pela Prefeitura.

“Essa era a nossa suspeita já a algumas semanas. Era notório que a sobrecarga no sistema de saúde não podia ser só justificada por aglomerações clandestinas e agora conseguimos confirmar a presença das variantes. Se todos seguirmos as orientações, em duas semanas começaremos a sentir o reflexo do isolamento”, disse Simão.

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana