conecte-se conosco


Economia

Concursos: País tem ao menos 170 seleções abertas para mais de 15 mil vagas

Publicado em

Economia

Ao menos 170 órgãos estão com seleções abertas para mais de 15 mil vagas. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade, em diversos estados.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de postos durante a validade do concurso.

Os salários chegam a R$ 25,8 mil no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. A seleção é para profissionais com Ensino Superior e as inscrições podem ser feitas até 05 de fevereiro no site da organizadora.

Já a Prefeitura de Guarujá (SP) seleciona para 2,4 mil vagas de nível superior de escolaridade. Os interessados podem se inscrever até o dia 22 de janeiro, no site da organizadora do concurso.

Só nesta segunda-feira (20), pelo menos 15 órgãos abrem inscrições para mais de 1,4 mil vagas. Confira:

Câmara Municipal de Santos (SP)

  • Inscrições até: 19/02/2020
  • Vagas: 38
  • Salário máximo: R$ 8.000,00
  • Escolaridade: médio e superior
  • Local: Santos
  • Estado: São Paulo
  • Mais informações
Leia mais:  Rio toma empréstimo de R$ 700 milhões para fortalecer reformas fiscais

Corpo de Bombeiros de Roraima

  • Inscrições até: 21/01/2020
  • Vagas: 23
  • Salário máximo: R$ 60/hora-aula
  • Escolaridade: superior
  • Estado: Roraima
  • Mais informações

Marinha

  • Inscrições até: 03/02/2020
  • Vagas: 900
  • Salário máximo: R$ 1.950,00
  • Escolaridade: médio
  • Mais informações

Prefeitura de Águas Formosas (MG)

  • Inscrições até: 20/02/2020
  • Vagas: 27
  • Salário máximo: R$ 3.782,58
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: Águas Formosas
  • Estado: Minas Gerais
  • Mais informações

Prefeitura de Aracitaba (MG)

  • Inscrições até: 18/02/2020
  • Vagas: 41
  • Salário máximo: R$ 3.217,59
  • Escolaridade: fundamental
  • Local: Aracitaba
  • Estado: Minas Gerais
  • Mais informações

Prefeitura de Colíder (MT)

  • Inscrições até: 30/01/2020
  • Vagas: 59
  • Salário máximo: R$ 6.499,29
  • Escolaridade: médio e superior
  • Local: Colíder
  • Estado: Mato Grosso
  • Mais informações

Prefeitura de Conceição da Barra de Minas (MG)

  • Inscrições até: 20/02/2020
  • Vagas: 12
  • Salário máximo: R$ 2.467,21
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: Conceição da Barra de Minas
  • Estado: Minas Gerais
  • Mais informações

Prefeitura de Corumbaíba (GO)

  • Inscrições até: 20/02/2020
  • Vagas: 16
  • Salário máximo: R$ 3.869,40
  • Escolaridade: fundamental, médio, técnico e superior
  • Local: Corumbaíba
  • Estado: Goiás
  • Mais informações

Prefeitura de Guadalupe (PI)

  • Inscrições até: 22/02/2020
  • Vagas: 33
  • Salário máximo: R$ 2.941,46
  • Escolaridade: médio e superior
  • Local: Guadalupe
  • Estado: Piauí
  • Mais informações
Leia mais:  Segurados com NIS finais 5 e 0 recebem primeira parcela do 13º 

Prefeitura de Icatu (MA)

  • Inscrições até: 17/02/2020
  • Vagas: 94
  • Salário máximo: R$ 5.600,00
  • Escolaridade: médio, técnico e superior
  • Local: Icatu
  • Estado: Maranhão
  • Mais informações

Prefeitura de Maracaí (SP)

  • Inscrições até: 04/02/2020
  • Vagas: 31
  • Salário máximo: R$ 13.217,90
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: Maracaí
  • Estado: São Paulo
  • Mais informações

Prefeitura de Mutunópolis (GO)

  • Inscrições até: 20/02/2020
  • Vagas: 70
  • Salário máximo: R$ 6.322,35
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: Mutunópolis
  • Estado: Goiás
  • Mais informações

Prefeitura de Rianápolis (GO)

  • Inscrições até: 19/02/2020
  • Vagas: 33
  • Salário máximo: R$ 3.802,35
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: Rianápolis
  • Estado: Goiás
  • Mais informações

Prefeitura de São Felix de Minas (MG)

  • Inscrições até: 18/02/2020
  • Vagas: 67
  • Salário máximo: R$ 10.499,54
  • Escolaridade: fundamental, médio e superior
  • Local: São Felix de Minas
  • Estado: Minas Gerais
  • Mais informações

Prefeitura de Viradouro (SP)

  • Inscrições até: 03/02/2020
  • Vagas: 7
  • Salário máximo: R$ 3.993,95
  • Escolaridade: fundamental e superior
  • Local: Viradouro
  • Estado: São Paulo
  • Mais informações

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Produção de petróleo, em maio, é de 2,879 milhões de barris por dia

Publicados

em

Por

Em maio, a produção de petróleo no país atingiu cerca de 2,879 milhões de barris por dia (MMbbl/d) e 132 milhões de metros cúbicos por dia (MMm3/d) de gás natural, totalizando 3,707 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboe/d).

As informações constam do Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural, divulgado hoje (6), no Rio de Janeiro, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP),

As informações podem ser acessadas, de forma interativa, nos Painéis Dinâmicos de Produção de Petróleo e Gás Natural.

Na região do pré-sal, o boletim anuncia que a produção, em maio, registrou volume de 2,835 MMboe/d, sendo 2,239 MMbbl/d de petróleo e 94,7 MMm3/d de gás natural, o que correspondeu a 76,5% da produção nacional. A produção teve origem em 128 poços.

Em maio, o aproveitamento de gás natural atingiu 96,5%. Foram disponibilizados ao mercado 46,3 Mmm³/dia. A queima de gás no mês foi de 4,5 Mmm³/d.

No mês, os campos marítimos produziram 97,4% do petróleo e 86,7% do gás natural, com os campos operados pela Petrobras sendo responsáveis por 94,2% do petróleo e do gás natural produzidos no Brasil.

Leia mais:  Safra de grãos deve chegar a 271,3 milhões de toneladas, estima Conab

Números

O campo de Tupi, situado no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural em maio último, com 776 MMbbl/d de petróleo e 36,6 MMm3/d de gás natural.

Já a instalação com a maior produção de petróleo, somando 165.478 bbl/d, foi a Plataforma FPSO Carioca, nos campos de Sépia e Sépia Leste, por meio de quatro poços a ela interligados. Em termos de gás natural, a instalação que apresentou a maior produção  foi a Polo Arara, produzindo nos campos de Arara Azul, Araracanga, Carapanaúba, Cupiúba, Rio Urucu e Leste do Urucu 7,252 Mmm³/d por meio de 33 poços a ela interligados.

O boletim revela, também, que Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres (951), enquanto Tupi, na Bacia de Santos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores (59).

Os campos de acumulações marginais, por sua vez, produziram 539,6 boe/d, sendo 187,2 bbl/d de petróleo e 56 Mm³/d de gás natural. O campo de Iraí, operado pela Petroborn, foi o maior produtor, com 212,9 boe/d.

Leia mais:  Brasil participa de feiras internacionais do setor de alimentos

Áreas

Em maio, 272 áreas concedidas, cinco áreas de cessão onerosa e oito de partilha, operadas por 41 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Dessas, 62 são marítimas e 223 terrestres, sendo 12 relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais. A produção ocorreu em 6.095 poços, dos quais 447 são marítimos e 5.648 terrestres.

As bacias maduras terrestres (campos/testes de longa duração das bacias do Espírito Santo, Potiguar, Recôncavo, Sergipe e Alagoas) produziram 84,698 Mboe/d, sendo 61,905 Mbbl/d de petróleo e 3,624 MMm³/d de gás natural. Desse total, 37,3 mil boe/d foram produzidos pela Petrobras e 47,4 mil boe/d por concessões não operadas pela empresa.

Segundo a ANP, o grau API médio do petróleo extraído no Brasil foi de 28,3, sendo 2,2% da produção considerada óleo leve, 93,5% óleo médio e 4,3% óleo pesado. O Grau API mede a densidade dos líquidos derivados do petróleo.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Economia

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana