conecte-se conosco


ITURAMA E REGIÃO

Cidades com águas termais no interior de MG são opções de lazer durante férias

Publicado

Para quem prefere privilegiar a região, é possível aproveitar piscinas com águas quentes e naturais em Araxá, Cachoeira Dourada e Conceição das Alagoas.

Conheça a história de cada região, atrações e opções de diversão. A reportagem também procurou as prefeituras para falar sobre o turismo local e listou outras estâncias hidrominerais em Minas Gerais.

Serviço: a reportagem simulou orçamento para hospedagem de duas pessoas para janeiro, período de alta temporada. Para saber os valores em outras épocas do ano, a recomendação é entrar em contato com a central de reservas dos hotéis.

Araxá

Na cidade do Alto Paranaíba, quem procura por piscinas com águas termais pode encontrar no Grande Hotel Termas de Araxá.

Segundo informou a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovações Tecnológicas incentiva o turismo divulgando as atrações do hotel na agenda semanal Encantos de Araxá.

O turismo no município, segundo o Administrativo, movimentou aproximadamente R$ 500 mil em 2018 e 2019 em hospedagem. Ainda conforme a Prefeitura, a cidade também oferece outros pontos para passeio como Parque do Cristo com o mirante, o Horizonte Perdido com a rampa para voos de paraglider, museus entre outros.

Grande Hotel Termas de Araxá

Vista panorâmica do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação Vista panorâmica do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação

Vista panorâmica do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação

Para quem busca diversão e história, na região do Alto Paranaíba tem o maior castelo do Brasil, o Grande Hotel Termas de Araxá.

O local conta com uma área coberta com piscinas de águas de origem vulcânica, formadas através de fraturas nas rochas, com temperatura média de 28°C a 30°C.

E, além disso, segundo a gerente das Termas do Grande Hotel, Elenir Simões Sousa, os hóspedes podem usufruir de uma programação de esportes, lazer e entretenimento variado para todas as idades.

“Há ainda aluguel de bicicletas, stand up paddle, pescaria, caiaque, piscina externa aquecida, piscina emanatória (para relaxamento), quadras polioesportivas e espaços temáticos para crianças”.

A obra do hotel foi encomendada pelo então presidente Getúlio Vargas e construído durante a Segunda Guerra Mundial para se tornar um cassino, sendo que este projeto foi executado por dois anos, até os jogos serem proibidos por lei.

A gerente do hotel, Elenir Simões Sousa, falou ao G1 que toda a estrutura interna do empreendimento foi trazida da Europa.

“O complexo possui fontes de águas termais, sulfurosa e radioativa, além da lama negra, riquezas naturais já conhecidas pelos então fazendeiros da região, bem antes da sua construção”, resgatou a gerente.

Conforme Simões, os banhos com água sulforosa aliviam as dores e faz uma leve esfoliação na pele. Já a água radioativa ativa a circulação e acelera o metabolismo.

Leia mais:  Iturama, Alexandrita e você continuam a força-tarefa no combate ao Mosquito da Dengue

Piscina Emanatória do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação Piscina Emanatória do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação

Piscina Emanatória do Grande Hotel Termas de Araxá — Foto: Termas e SPA Grande Hotel Termas de Araxá/Divulgação

Estrutura e preço

O hotel conta com 283 apartamentos e 26 espaços para eventos. A gerente informou que as tarifas cobradas são flutuantes. Em janeiro o valor cobrado é a partir de R$ 1.046, para casal no fim de semana. Sobre comida, no decorrer da semana os hospedes têm a oportunidade de aproveitar as culinárias Árabe, Mexicana, Espanhola, Francesa, Italiana e Alemã. Sousa também destaca as outras atrações.

A distância do hotel e Uberlândia são de 178 km e de Uberaba são 100 km.

Elenir ainda indicou outras atrações na cidade. “Os visitantes têm que incluir na rota deles uma visita na Fonte Dona Beja, Fonte Andrade Júnior, Museu Calmon Barreto, as ruínas do Hotel Rádio, Memorial de Araxá, Igreja São Francisco e Parque do Cristo”.

Cachoeira Dourada

Segundo a Prefeitura de Cachoeira Dourada, as águas termais na cidade são concessão do clube Yquara e Casarão Thermas, que exploram o recurso por meio de poços artesianos no município.

Ainda foi dito para a reportagem que a frequência de turistas nos dois clubes é de 500 pessoas por mês. A Administração destacou que as águas termais são atrativos fortes para cidade, mas precisa do setor privado para o desenvolvimento do turismo local.

Yquara

Vista aérea do Yquara Termas Hotel em Cachoeira Dourada, que oferece águas termais — Foto: Yquara Termas Hotel/DivulgaçãoVista aérea do Yquara Termas Hotel em Cachoeira Dourada, que oferece águas termais — Foto: Yquara Termas Hotel/Divulgação

Vista aérea do Yquara Termas Hotel em Cachoeira Dourada, que oferece águas termais — Foto: Yquara Termas Hotel/Divulgação

O Yquara Termas Hotel está localizado às margens da represa do Rio Paranaíba, em Cachoeira Dourada. De acordo a proprietária Anamaria Moya Rodrigues, o empreendimento explora as águas termais minerais por meio de poços artificiais e artesianos, com profundidade média de 500 metros.

“O Triângulo Mineiro é contemplado por uma grande riqueza, que muitas pessoas não sabem. Na nossa região passa pelo subsolo o mar subterrâneo Aquífero Guarani, um dos maiores do mundo. Aqui no hotel as piscinas são de água quente devido às perfurações”, explicou Ana Maria.

Estrutura e preço

O hotel tem 16 apartamentos, sete piscinas de águas termais e minerais com duchas e cascatas, restaurante, salão de eventos, sala de jogos, recepção de 24 horas, copa do bebê, quiosque, capelinha, parquinho infantil, trilha interna, áreas gramadas com paisagismo tropical.

Conforme a proprietária, em um fim de semana de alta temporada, de sexta-feira a domingo, a pensão completa para um casal fica em torno de R$1.108.

“O casal vai ter direito a duas pernoites, dois cafés da manhã, dois almoços e dois jantares. As bebidas não estão inclusas no pacote. Esse valor é para os meses de julho, dezembro, janeiro e feriados”.

Leia mais:  FAB intercepta avião carregado com 500 quilos de cocaína em Fernandópolis

Área de piscina do Yquara Termas Hotel, em Cachoeira Dourada MG — Foto: Yquara Termas Hotel/DivulgaçãoÁrea de piscina do Yquara Termas Hotel, em Cachoeira Dourada MG — Foto: Yquara Termas Hotel/Divulgação

Área de piscina do Yquara Termas Hotel, em Cachoeira Dourada MG — Foto: Yquara Termas Hotel/Divulgação

Anamaria ainda deu destaque especial para o potencial terapêutico das águas, principalmente para o relaxamento. “O maior bem proporcionado pelo geotermalismo em nossas águas é o relaxamento, comprovadamente terapêutico e capaz de trazer benefícios imediatos aos banhistas como alívio de dores do corpo e da alma”, brincou a empreendedora.

Para quem procura diversão além dos muros do hotel, Rodrigues disse ao G1 que os turistas não podem deixar de conhecer a represa que fica em frete ao Yquara. Segundo ela, o nível de água permanece praticamente o mesmo ao longo do ano e o local conta com uma beleza cênica. Também é possível praticar esportes aquáticos e pesca esportiva.

O Yquara Termas Hotel fica a 280 km de Uberaba e 180 km de Uberlândia. Todo o percurso é de pista asfaltada.

Casarão

O Casarão Thermas é outra opção de clube na cidade para quem busca destinos de águas quentes na região. O recurso é extraído diretamente de poços e são redirecionadas para as quatro piscinas quentes e salgadas do parque.

Uma das quatro piscinas do Casarão Thermas  em Cachoeira Dourada — Foto: Casarão Thermas/DivulgaçãoUma das quatro piscinas do Casarão Thermas  em Cachoeira Dourada — Foto: Casarão Thermas/Divulgação

Uma das quatro piscinas do Casarão Thermas em Cachoeira Dourada — Foto: Casarão Thermas/Divulgação

“Nós somos uma opção para quem quer passar um dia na cidade, uma vez que não trabalhamos com hospedagem. Mas nem por isso os visitantes têm desculpa para não conhecer o parque. Além das piscinas, nossa estrutura conta com duchas frias, bar e lanchonete, além dos melhores petiscos da região”, salientou Keythiany Dantas Araújo, gerente.

Dantas disse ainda que os clientes têm livre acesso ao parque e cidade, mais uma forma de explorar o turismo local. O valor de acesso ao clube é de R$ 20 por pessoa acima de 10 anos.

Conceição das Alagoas

Em Conceição das Alagoas, a Prefeitura informou que apenas o Ubatã Thermas Parque Hotel capitaliza as águas termais que passam pelo município.

G1 entrou em contato diversas vezes com o hotel citado, mas de acordo com informações do setor de reservas, a direção está de férias e precisam de autorização para conceder uma entrevista.

O município fica a 167 km de Uberlândia e 64,6 km de Uberaba.

Outros destinos em MG

Ainda pensando em lazer sem sair do estado, o G1 procurou a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo para saber quais outras municípios exploram águas quentes. Segundo a assessoria da Pasta, ao todo são dez cidades cadastradas como estâncias hidrominerais, que são:

  • Araxá
  • Buenópolis
  • Cambuquira
  • Caxumbu
  • Lambari
  • Monte Sião
  • Montezuma
  • Passa Quatro
  • Poços de Caldas
  • São Lourenço

Por: G1

Comentários Facebook
publicidade

ITURAMA E REGIÃO

Pela segunda semana seguida Uberlândia está na fase rígida do plano municipal contra a Covid-19

Publicado

Lojas voltam a fechar em Uberlândia — Foto: Vanessa Pires/G1

Cidade está na etapa vermelha desde o último sábado (20) e continua até o dia 5 de março. Setores como lojas de departamentos, comércio varejista e de beleza não podem abrir neste período; confira.

Uberlândia continua na fase rígida (vermelha) do Plano Municipal de Funcionamento das Atividades Econômicas (PFAE). A deliberação do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Uberlândia foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM) nesta quarta-feira (24).

A cidade entrou na fase rígida no último sábado (20) e, inicialmente, iria até esta sexta-feira (26). Com a nova deliberação do Comitê, esse período foi estendido até o dia 5 de março. Isso significa que a cidade permanece com restrição de funcionamento de diversos setores. (Veja mais abaixo)

Conforme o plano, podem funcionar setores como:

  • Agropecuária;
  • Alimentos;
  • Alimentação;
  • Bancos e seguros;
  • Cadeia produtiva e atividades acessórias essenciais;
  • Construção civil e afins;
  • Fábrica, energia, extração, produção siderurgia e afins;
  • Saúde (como farmácias);
  • Telecomunicação, comunicação e imprensa;
  • Transporte, veículos e Correios;
  • Tratamento de água, esgoto e resíduos;
  • Hotéis e afins;
  • Atividades jurídicas, administrativas e contábeis;
  • Educação superior (aulas práticas de Saúde) e;
  • Transporte coletivo.
Leia mais:  UBS é fechada para sanitização após profissional contrair Covid

Entenda a fase rígida

fase rígida é uma das etapas do PFAE, que é um plano próprio instituído pela Prefeitura de Uberlândia para funcionamento de atividades econômicas depois de o Município anunciar a saída do programa “Minas Consciente“. O PFAE é dividido nas seguintes fases: rígida, intermediária e flexível; elas são caracterizadas, respectivamente, pelas cores vermelha, amarela e verde.

Desde que o plano foi instituído, em outubro de 2020, a primeira vez que o Uberlândia entrou na fase rígida foi no último sábado (20). O comunicado foi publicado no Diário Oficial do Município, na quinta-feira (18), após anúncio do prefeito Odelmo Leão durante visita do Secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral ao município na quarta-feira (17).

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana