conecte-se conosco


POLÍTICA

Caso Flordelis: debilitada desde o crime, irmã do pastor Anderson do Carmo morre

Publicado em

POLÍTICA

source
Irmã morta do pastor morto arrow-options
Luciano Belford / Arquivo / Agência O DIA

Debilitada desde a morte do irmão, Michele morreu na noite desta segunda-feira

Morreu, na noite desta segunda-feira (21), Michele do Carmo de Souza, irmã do pastor Anderson do Carmo, casado com a deputada federal Flordelis (PSC) e assassinado a tiros dentro de casa em Niterói, em junho deste ano. A informação foi divulgada pelo vereador Misael, filho da parlamentar, que disse que ela foi vitimada por uma anemia, aos 39 anos.

Leia também: Ameaçado de cassação, deputado do PSL dispara: “Tenho coisa para f* todo mundo”

“Após o falecimento de seu irmão, Michele ficou muito debilitada, e estava internada no Hospital Municipal Carlos Tordelly, para controle da anemia”, disse Misael. O enterro será às 17h no Cemitério Parque de Nycteroy, no bairro Laranjal, em São Gonçalo.

Michele chegou a prestar depoimento à polícia no caso que investiga o assassinato de seu irmão, o pastor Anderson do Carmo e apontava a cunhada Flordelis como mandante. Em setembro, ela e sua mãe, Maria Edna, foram autorizadas pela Justiça e pelo Ministério Público do Rio (MPRJ) para serem assistentes de acusação no processo que investiga o crime .

Leia mais:  Alexandre Frota terá de pagar R$ 6,6 mil a advogados de Jean Wyllys

De acordo com o inquérito conclusivo da DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo), o filho biológico da deputada, Flavio , confessou ter atirado seis vezes no padrasto. O laudo da necrópsia contraria a versão contada por ele e aponta que o corpo da vítima apresentava trinta perfurações provocadas por arma de fogo.

Leia também: Bolsonaro ‘é uma marionete’ dos filhos, diz Delegado Waldir

Lucas , filho adotivo do casal, é apontado como responsável pela negociação da arma usada por Flávio no dia do crime. A pistola Bersa, calibre 9 milímetros, foi encontrada dias depois do crime no quarto usado por Flávio.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

“Vou tomar por último, tem muita gente apavorada”, diz Bolsonaro sobre vacina

Publicados

em

Por

source
Presidente Jair Bolsonaro
Foto: Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

Na sexta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não pretende tomar a vacina da Covid-19 agora. Em conversa com apoiadores que o esperavam em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente justificou que a decisão é pelo fato de ter “muita gente apavorada” esperando pela vacina.

“O que acontece, tem muita gente apavorada aí aguardando a vacina, então deixa as pessoas tomarem na minha frente. Vou tomar por último. Eu acho que essa é uma atitude louvável. Porque tem gente que não sai de casa, está apavorado dentro de casa”, disse Bolsonaro. O presidente chegou a se queixar que a imprensa teria criticado a sua decisão de se vacinar por último. “Em vez da imprensa me elogiar, me critica”, afirmou.

Bolsonaro está apto a receber a vacina no Distrito Federal desde o dia 3 de abril. Antes, ele explicava que não ia se vacinar porque já teria contraído o vírus em julho do ano passado.

De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa da quinta-feira (15), 25.460.098 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19. O número representa 12,02% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 8.558.567 pessoas (4,04% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana