conecte-se conosco

POLÍTICA

Carlos Bolsonaro responde à reportagem de jornal: “teu c*”

Publicado

source
Carlos Bolsonaro arrow-options
Reprodução/Youtube

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) tem respondido de forma arisca aos jornais que produzem conteúdos sobre sua família ou escândalos envolvendo o PSL.

O vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), respondeu nesta segunda-feira (28) à uma matéria veiculada pelo jornal Correio Braziliense a respeito da crise do PSL com a hashtag #teuc*.

Leia mais: Sítio de Atibaia: Anulação da condenação de Lula é suspensa por tribunal

A matéria se tratava especificamente sobre depoimentos de assessores que expuseram ainda mais os filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL) . As suspeitas de que a estrutura da sede do governo estaria sendo usada para comandar uma série de perfis falsos nas redes sociais com o intuito de espalhar fake news também consta na matéria. 

A resposta desta segunda (28) não foi a primeira rebatida à imprensa por Carlos Bolsonaro . A coluna de Mônica Bergamo compartilhou uma imagem humorística de Renato Terra a respeito de um vídeo compartilhado no twitter do presidente Jair Bolsonaro, no qual um leão estava cercado por hienas. 

Leia mais:  Ex-senador do PT Lindbergh Farias é hostilizado em voo: "Ladrão"; assista

Leia também: Justiça manda prender de novo Garotinho e a mulher dele Rosinha Matheus

A postagem de Mônica em sua conta oficial do twitter dizia: “Carluxo @CarlosBolsonaro, indicado para a embaixada de Hollywood pelo pai, posta vídeo em que hienas atacam Pavão Misterioso. (Humor – Renato Terra)”. 

Em seguida, o vereador rebateu: “Fakenews! A narrativa de vocês condiz com o caráter!”. O jornal O Globo também foi alvo de críticas de Carlos Bolsonaro . Em uma matéria sobre denúncias que apontavam para o uso de robôs nas redes bolsonaristas, Carlos Bolsonaro postou vários emojis com robozinhos. 

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Bolsonaro nega mudanças em ministérios e elogia trabalho de Weintraub

Publicado

por

source

Agência Brasil

Bolsonaro arrow-options
José Dias/PR – 19.11.19

Bolsonaro classificou o trabalho do atual ministro da Educação como ‘excelente’


Leia também: Bolsonaro afirma que vai incluir policiais condenados em indulto natalino

O presidente Jair Bolsonaro negou que vá trocar de ministérios no início do ano que vem. A jornalistas, ele afirmou que não há nada que o leve a tirar alguém do primeiro escalão. “Não está previsto [mudança em ministérios]. Não tem nada que me leve a trocar um ministro que seja”, disse em Brasília, neste sábado (14) ao passear pela Praça dos Três Poderes, no centro da capital.

Ele também elogiou o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Considerou seu trabalho “excelente” e os acusou governos anteriores de conduzirem a educação “por um mau caminho”. “Olha a prova do Pisa. Foi feito em abril do ano passado, uma das piores notas do mundo todo”, disse  Bolsonaro , referindo-se ao Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa).

Divulgado no início de dezembro pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Pisa aponta que, em 2018, o Brasil teve uma leve melhora nas pontuações de leitura, matemática e ciências. No entanto, apenas dois em cada 100 estudantes atingiram os melhores desempenhos em pelo menos uma das disciplinas avaliadas.

Leia mais:  Decisão de Toffoli sobre Coaf paralisa 935 investigações, diz Ministério Público

O presidente deixou o Palácio da Alvorada, no início da tarde deste sábado, em direção à festa de confraternização do gabinete do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. Em seguida, ele foi ao Hospital das Forças Armadas (HFA) visitar um funcionário do Alvorada, que está internado em virtude de um acidente de trânsito.

Leia também: Com 1 ano de governo, Bolsonaro segue em campanha e é pouco aprovado

Antes de retornar à residência oficial, Bolsonaro fez duas paradas. A primeira na Esplanada dos Ministérios para cumprimentar policiais militares que davam plantão no local. Logo depois seguiu para a Praça dos Três Poderes. Lá, desceu do carro e tirou fotos com várias pessoas que lá estavam, entre turistas e vendedores de picolés. Em seguida, voltou para o Alvorada.

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana