conecte-se conosco


Entretenimento

Bridgerton: quem é Regé-Jean Page, o duque de Hastings, grande sucesso da série

Publicado

source
Regé-Jean Page
Reprodução/Instagram

Regé-Jean Page interpreta o duque de Hastings em “Bridgerton”

Anote esse nome: Regé-Jean Page. Se é que você já não ouviu falar dele. O ator é um dos “assuntos” mais comentados desse ano que mal começou, tudo porque estrela “Bridgerton”, a primeira produção da parceria entre a  Netflix e a Shonda Rhimes. A série, baseada no romance “O duque e eu”, de Julia Quinn (2000), é a mais vista do serviço de streaming no Brasil nos últimos dias de 2020 e primeiros de 2021.

Regé-Jean Page interpreta Simon Basset, o duque de Hastings, o solteiro mais cobiçado de Londres no período regencial. Bonito, rico, inteligente e sedutor, o rapaz não pretende se casar, mas entra num acordo com Daphne Bridgerton para que ela encontre um bom casamento. Nem precisa dizer que aí a atração entre os dois começa…

Mas voltemos a Regé-Jean Page. Confira abaixo algumas curiosidades sobre o ator.

Quem é ele

Regé-Jean Page tem 30 anos e é filho de uma enfermeira do Zimbábue e de um pastor da Inglaterra. Nasceu em Londres e depois foi para a terra natal de sua mãe. Aos 14 anos, mudou-se para Londres de novo e começou a se interessar por atuação, formando-se, em 2013, no Drama Centre. Hoje, ele mora em Los Angeles, nos Estados Unidos. “Casa é um conceito relativo”, disse ele à “Interview”.

Outros trabalhos

O jovem começou no teatro e teve atuações elogiadas em peça como “The History Boys” e “The Merchant Of Venice” (“O Mercado de Veneza”, de Shakespeare), em que atuou com Jonathan Price, em 2015.

Seu primeiro papel de maior destaque na TV foi em 2015, na série “Waterloo Road” (BBC), em que também estava Phoebe Dynevor, a atriz que interpreta Daphne, em “Bridgerton”. Na TV americana, estreou em 2016, na série “Roots”. Também em 2016, fez “For the people”, seriado produzido por Shonda Rhimes.

Música

Dá para imaginá-lo na cena punk? Pois isso aconteceu, quando ele era adolescente e tocava bateria na banda do irmão. Em entrevista à revista “The Fall”, ele contou que chegou a ter cabelo roxo, verde e azul e que sua noção de carreira mudou com a música. “Eu percebi que um caminho nas artes com pessoas e comunidade te apoiando”.

Nas redes

No Instagram, você pode encontrá-lo em @regejean, conta que ele tem desde 2017, mas que só “bombou” mesmo depois da estreia de “Bridgerton”. Por lá, já são 1,1 milhões de seguidores até a publicação desta matéria. Espere encontrar fotos de bastidores de trabalhos, alguns #tbt, mas nenhum sinal de que o rapaz seja comprometido.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez, filha de Glória Perez

Publicado

por

source
Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez
Reprodução/Instagram

Raul Gazolla relembra o assassinato de Daniella Perez

A atriz Daniella Perez, filha de Glória Perez, foi morta em 1992 . Ela foi assassinada por um colega de elenco da novela “De Corpo e Alma” e a esposa dele. A artista era casada com o ator Raul Gazolla que deu uma entrevista ao programa “A Noite É Nossa”, da Record, que vai ao ar na próxima quarta-feira (3). O artista falou sobre o crime e também o relacionamento que teve com a filha da autora.

A atriz foi encontrada morta em um matal. Raul lembra que quando foi contato pela delegacia ele pensava que a esposa havia sido somente sequestrada. “Liguei para a Glória e falei que haviam encontrado o carro, mas nada da Dani. A atriz Marilu Bueno, que fazia a mãe dela na novela, que me contou. Foi muito difícil. Eu me lembro que estava no velório e que não tinha forças para nada. Eu estava há 24 horas sem comer nem dormir. Eu nem sabia como ela tinha sido assassinada porque não me deixavam ver televisão. Quando soube, fiquei doido”, recorda.

Raul conta que ele e Glória permaneceram próximos após o crime. Porém, fala que a autora só conseguiu voltar a trabalhar com ele em 2001, quase dez anos depois do assassinato. “Ela me ligou e falou: ‘Raul, eu já posso trabalhar com você’. Temos uma grande amizade, e eu tenho um carinho absurdo pela Glória. Tanto que minha filha mais nova a chama de avó. Sou amigo e fã incondicional do trabalho dela”, diz o ator, que trabalhou com a autora em novelas como “O Clone” e “América”.

O ator também falou sobre o começo do relacionamento com Daniella Perez. Eles se conheceram nas gravações da novela “Kananga do Japão”, da extinta TV Manchete. “A primeira vez que eu olhei a Dani, pensei: ‘Eu já sonhei com essa menina.’ Foi uma coisa incrível. Eu nunca a tinha visto, mas sabia que ela já fazia parte da minha vida”, conta.

Leia mais:  Grávida de 9 meses, modelo é detida por forjar o próprio sequestro
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana