conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Brasil investiga 4 casos suspeitos de coronavírus

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (14) que 4 casos suspeitos do novo coronavírus são investigados no Brasil. Desde o começo dos alertas, o Brasil descartou 43 suspeitas da doença. Nenhuma infecção pelo 2019 n-CoV foi confirmada.

Os casos suspeitos em investigação estão: um em São Paulo, um no Paraná e dois no Rio Grande do Sul.

Ciclo do novo coronavírus - transmissão e sintomas — Foto: Aparecido Gonçalves/Arte G1Ciclo do novo coronavírus - transmissão e sintomas — Foto: Aparecido Gonçalves/Arte G1

Ciclo do novo coronavírus – transmissão e sintomas — Foto: Aparecido Gonçalves/Arte G1

Primeiro caso na África

Egito confirmou o primeiro caso suspeito de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Com isso, já são 25 países em 5 continentes com registros suspeitos da doença (excluindo a China).

Na China, o Covid-19 já matou 1,3 mil pessoas. Há 63,9 mil casos confirmados – os números tiveram um incremento após uma mudança na metodologia, que passou a incluir exames de imagem (como radiografia e tomografia) para verificar a suspeita de infeção. Antes, era preciso comprovar por exame de RNA que os sintomas respiratórios eram provocados pelo Covid-19.

Leia mais:  'É o maior desafio da minha carreira': brasileiro dorme 4h por noite e lidera pesquisa de vacina em Oxford

Confira a situação até as 14h55 desta sexta-feira (14):

  • 1.381 mortos na China (incluindo um no território semiautônomo de Hong Kong)
  • 2 mortes fora da China (uma nas Filipinas, e outra no Japão)
  • 63.932 casos confirmados na China
  • 505 casos confirmados em outros 24 países
  • OMS diz que epidemia por Covid-19 está controlada no resto do mundo

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Secretário de Saúde alerta para ritmo de casos de COVID no Triângulo e Sul
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana