conecte-se conosco


POLÍTICA

Boulos é eleito um dos 100 líderes emergentes globais pela Revista Time

Publicado

source
Guilherme Boulos (PSOL)
Agência RBS

Guilherme Boulos (PSOL)

A Revista Time escolheu Guilherme Boulos (PSOL) , líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), como uma das 100 ” lideranças emergentes que estão definindo o futuro” nesta quarta-feira (17).

O ex-candidato à prefeitura de São Paulo nas últimas eleições faz parte da lista anual Time 100 Next e usou o Twitter para comemorar a escolha. “Invadindo a TIME! Fico honrado em estar na lista #TIME100Next da Revista Time, como uma das 100 lideranças emergentes do mundo. O futuro é logo ali!”

De acordo com a revista americana, “seu desempenho surpreendente [na eleição para prefeito] na influente cidade [de São Paulo] o estabeleceu como uma figura ascendente na política brasileira e deu à esquerda um novo caminho”.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Marco Aurélio manda Câmara votar abertura de processo contra Bolsonaro

Publicado

por

source
Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello
REPRODUÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu nesta quinta-feira (4) que a Câmara dos Deputados vote a abertura da um processo contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Trata-se de uma queixa-crime por calúnia apresentada pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Segundo o governador do Maranhão, Bolsonaro afirmou em uma entrevista que Dino teria negado pedido do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para que a Polícia Militar maranhense garantisse a segurança presidencial durante visita ao estado, em 2020.

“A mentira pode ser usada deliberadamente no debate político? O Presidente da República, com suas elevadas atribuições, pode costumeiramente mentir?”, diz Dino no documento.

O Ministro Marco Aurélio encaminhou a queixa à Câmara. “Admitida a acusação contra o presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade. § 1º O Presidente ficará suspenso de suas funções: I – nas infrações penais comuns, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo Supremo Tribunal Federal”, diz a decisão.

Leia mais:  Líder da bancada evangélica, que defende templos abertos, está com Covid-19

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana