conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Bombeiros de MG vão utilizar ‘maca bolha’ para socorrer vítimas com suspeita de Covid-19

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

Com a pandemia da Covid-19, profissionais de saúde que atuam na linha de frente têm usado vários tipos de aparato de proteção. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais adquiriu um novo equipamento para ser usado no transporte de pacientes com suspeita ou confirmação da doença.

É uma cápsula chamada “maca bolha”, que faz isolamento e filtra o ar exalado pela pessoa socorrida, para que não haja contágio entre o atendido e o socorrista.

“Isso dá segurança ao socorrista e à população de uma forma geral”, disse Cristiano Soares, capitão do Corpo de Bombeiros.

Além da “maca bolha”, bolsas anti-infecção, impermeáveis e de fácil desinfecção serão utilizadas pelos militares no socorro às vítimas cuja situação – contaminadas ou com suspeita de Covid-19 – for anunciada na solicitação do atendimento.

Foram adquiridas 16 “macas bolha” para atendimento a pacientes não graves com infecção por Covid-19 confirmada ou forte suspeita. O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais é uma dos poucas corporações do país a contar com o equipamento a “maca bolha” é um investimento considerado inovador, pois permite que a vítima receba um fluxo de ar no seu entorno, que passará por um filtro, impedindo que a guarnição tenha contato com o ar contaminado.

Leia mais:  Aumenta para 29 os casos de covid em Estrela d Oeste

Sobre o equipamento

A “maca bola” permite isolar completamente o paciente no interior de uma cápsula selada, em que há um sistema de pressão negativa que injeta ar respirável em seu interior, mas que só permite a saída do ar exalado pelo paciente por meio de elementos filtrantes, que são trocados a cada atendimento, momento em que todo o equipamento passa também por uma limpeza e desinfecção completa. Dessa forma é minimizada a exposição do bombeiro militar e também o interior da unidade de resgate e demais ambientes em que transitar a guarnição.

Foram adquiridas – e já distribuídas – 1.160 bolsas destinadas a equipamentos de atendimento pré-hospitalar e oxigenoterapia. Além disso, foi realizada uma redistribuição do estoque que estava disponível em todas as unidades operacionais do Corpo de Bombeiros de MG de forma proporcional à média histórica estatística dos atendimentos de cada uma.

A corporação realizou, também, distribuição de equipamento de proteção individual (EPIs) e materiais para a limpeza e desinfecção de viaturas, materiais e ambientes, e investiu ainda na compra de (EPIs), tenda de descontaminação e distribuição de materiais para assepsia nas unidades.

Leia mais:  Seis toneladas de drogas são apreendidas em Minas durante operação nacional contra tráfico

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana