conecte-se conosco


POLÍTICA

Bolsonaro pula na água e promove aglomeração de banhistas no litoral de SP; veja

Publicado

source
Bolsonaro nadou em direção a banhistas e promoveu aglomeração em praia
Reprodução/Facebook

Bolsonaro nadou em direção a banhistas e promoveu aglomeração em praia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a promover aglomeração em meio à pandemia da Covid-19 nesta sexta-feira (1º). Em um vídeo publicado em seu perfil nas redes sociais, o presidente aparece saltando de uma embarcação e nadando em direção aos banhistas em Praia Grande , no litoral Sul de São Paulo.

Rodeado que seguranças que pulam na água junto com ele, Bolsonaro deixa o barco e, ao chegar próximo da faixa de areia, dezenas de pessoas se aproximam dele, desrespeitando as regras de distanciamento social a fim de evitar a proliferação do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Alguns apoiadores começam a chamá-lo de “mito”.

O presidente passou alguns minutos cumprimentando os banhistas e nenhum deles é visto respeitando o distanciamento, mesmo os que não se aproximaram dele. Nas imagens, muitas pessoas também são vistas com celulares nas mãos para tirarem fotos.

Antes da virada, Bolsonaro viajou para o Guarujá, onde passou o Réveillon. A previsão é que ele retorne a Brasília na segunda-feira (4).

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Advogados tentam suspender decisão que afastou Flordelis do cargo de deputada

Publicado

por

source
Defesa tenta evitar a perda do mandato de deputada federal
Reprodução/Câmara dos Deputados

Defesa tenta evitar a perda do mandato de deputada federal



A defesa de Flordelis dos Santos de Souza entrou com recurso na 2aª Câmara Criminal do Rio, na tarde dessa terça-feira, contra decisão que determinou o afastamento da pastora do cargo de deputada federal . Os advogados solicitaram, ainda, que a determinação de afastamento seja suspensa até o julgamento do recurso. Flordelis é ré, acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

Os advogados Anderson Rollemberg e Maurício Mayr entraram com um Recurso Especial, endereçado do Superior Tribunal de Justiça, no qual argumentam que a atribuição para afastar Flordelis do cargo deveria ser da Câmara dos Deputados, e não do Poder Judiciário. Eles ainda frisam que a parlamentar já responde a um processo disciplinar no Conselho de Ética e Disciplina da câmara, que pode culminar com a perda de seu mandato.

Leia mais:  Dinheiro da saúde e educação será usado no aumento do fundo eleitoral

Você viu?

A petição foi apresentada à 2ª Câmara Criminal, que decidirá se o recurso satisfaz as condições necessárias para ser encaminhado ao STJ . Em seguida, o julgamento do mérito caberá ao tribunal superior.

A defesa também entrou, nessa terça-feira, com um Recurso Extraordinário que também deverá ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal. Esse recurso, no entanto, só será julgado após a decisão do STJ e caso o tribunal negue o pedido feito pelos advogados.

No último dia 23, os desembargadores da 2ª Camara Criminal do Rio decidiram afastar Flordelis de qualquer função pública, incluindo o cargo de deputada federal. O pedido foi feito pelo Ministério Público estadual do Rio, sob argumentação de que a parlamentar poderia interferir em seu julgamento no processo criminal na qual é acusada de ser mandante da morte do marido.

O desembargadores decidiram pelo afastamento até que Flordelis seja julgada no processo criminal respondido por ela na 3ª Vara Criminal de Niterói. O afastamento não poderá durar mais de um ano. Os magistrados ainda determinaram que a decisão seja submetida ao plenário da Câmara dos Deputados para que os parlamentares decidam se mantém a suspensão das funções públicas.

No dia seguinte ao julgamento, a Justiça do Rio notificou a Câmara dos Deputados sobre a decisão de afastamento, mas ainda não há previsão para que seja julgada a manutenção do afastamento de Flordelis .

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana