conecte-se conosco


POLÍTICA

Bolsonaro pede que novo comandante da PF reabra caso da facada em 2018

Publicado em

POLÍTICA

source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sofreu atentado em setembro de 2018 em Juiz de Fora
undefined

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sofreu atentado em setembro de 2018 em Juiz de Fora

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  pediu ao novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino que voltasse  investigar o caso da facada desferida por Adélio Bispo durante campanha eleitoral em 2018. As informações são da CNN Brasil.

Bolsonaro se encontrou com o delegado Maiurino ainda na semana passada, antes mesmo de ser nomeado pelo ministro da Justiça, Anderson Torres ao cargo.

Segundo relatos de interlocutores, o presidente teria dado autonomia de atuação a Maiurino, mas pediu que ele investigasse a tentativa de assassinato sofrida por ele em setembro de 2018, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

A Polícia Federal já realizou dois inquéritos relacionados ao caso. Em um deles, Adélio foi classificado com transtorno mental e teria agido sozinho, sendo transferido para um hospital psiquiátrico.

O  segundo inquérito foi arquivado provisoriamente até que o Supremo Tribunal Federal ( STF ) decida pela aprovação de buscas no escritório de advocacia que representou Adélio no caso.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA

“Vou tomar por último, tem muita gente apavorada”, diz Bolsonaro sobre vacina

Publicados

em

Por

source
Presidente Jair Bolsonaro
Foto: Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

Na sexta-feira (16), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que não pretende tomar a vacina da Covid-19 agora. Em conversa com apoiadores que o esperavam em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente justificou que a decisão é pelo fato de ter “muita gente apavorada” esperando pela vacina.

“O que acontece, tem muita gente apavorada aí aguardando a vacina, então deixa as pessoas tomarem na minha frente. Vou tomar por último. Eu acho que essa é uma atitude louvável. Porque tem gente que não sai de casa, está apavorado dentro de casa”, disse Bolsonaro. O presidente chegou a se queixar que a imprensa teria criticado a sua decisão de se vacinar por último. “Em vez da imprensa me elogiar, me critica”, afirmou.

Bolsonaro está apto a receber a vacina no Distrito Federal desde o dia 3 de abril. Antes, ele explicava que não ia se vacinar porque já teria contraído o vírus em julho do ano passado.

De acordo com dados do consórcio de veículos de imprensa da quinta-feira (15), 25.460.098 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19. O número representa 12,02% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 8.558.567 pessoas (4,04% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana