conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Boletim do Estado divulga três casos de coronavírus em investigação em Uberlândia

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

Subiu para três os casos suspeitos de coronavírus em Uberlândia que estão sendo investigados, conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgado no início da noite desta segunda-feira (2). Esses dados também figuram a lista do Ministério da Saúde.

Na última sexta-feira (28), Uberlândia estava dois casos em investigação, segundo o Estado. A cidade não tem casos confirmados nem descartados.

Contudo, a Secretaria Municipal de Saúde divulgou, no último sábado (29), que nove casos estão em análise na cidade. Ao G1, a Prefeitura de Uberlândia afirmou nesta segunda-feira que permanecem nove em estudo e todos casos são notificados automaticamente ao Estado. Afirmou ainda que, até o momento, não recebeu resultados de nenhum exame e não foi informada de nenhum caso descartado ou excluído.

Segundo o boletim da SES-MG, todas as notificações recebidas até esta segunda-feira (2) foram avaliadas e discutidas, caso a caso. Em toda Minas Gerais, há 48 casos suspeitos, nenhum confirmado, quatro casos foram descartados e 41 foram excluídos. Na sexta-feira, o Estado contava com 17 casos suspeitos.

Conforme o protocolo do Ministério da Saúde, são descartados casos que se enquadrem na definição de suspeito e apresentem confirmação laboratorial para outro agente etiológico ou resultado negativo para Covid-19. E são excluídos da base de dados nacional casos notificados que não se enquadram na definição de caso suspeito.

G1 questionou a assessoria de imprensa da SES-MG sobre a diferença de dados entre as secretarias estadual e municipal e se algum caso de Uberlândia foi excluído, já que no documento não consta nenhum descartado. A pasta informou que os casos são analisados individualmente pelo Ministério da Saúde, que considerou, até o momento, que apenas três dos casos notificados pelo Município são realmente suspeitos. Contudo, afirmou que não é possível dizer que os outros seis casos foram excluídos.

Leia mais:  Vacina dos EUA reduziu gravidade da Covid-19 em camundongos, diz estudo

Casos suspeitos notificados pelo Município

Nove casos suspeitos de coronavírus estão em investigação em Uberlândia. A informação foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde, no último sábado (29).

Ainda conforme a pasta, oito pessoas têm entre 27 e 58 anos, e estiveram na Itália em fevereiro. O outro caso é uma criança de 3 anos que mora na Alemanha e chegou no Brasil na última semana.

Dos casos registrados pela Secretaria Municipal de Saúde, uma jovem de 28 anos continua internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Segundo a instituição, o estado de saúde dela é estável.

criança de 3 anos deu entrada no HC-UFU na madrugada deste sábado (29) com febre e tosse seca. O menino recebeu alta 11 horas após ter dado entrada na unidade e deve ficar em quarentena domiciliar.

Outra jovem de 27 anos e um homem de 31 anos chegaram a ficar internados em hospitais da rede privada, mas já receberam alta.

Além disso, quatro membros da mesma família e mais uma pessoa com suspeita da doença estão em casa, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

Conforme o assessor técnico da Secretaria Municipal de Saúde, Clauber Lourenço, todos os pacientes hospitalizados são isolados e os que vão para casa são orientados a permanecerem na residência e a tomarem os devidos cuidados.

Veja também:

Leia mais:  Prefeita de Frutal testa positivo para Covid-19: 'até agora estou sem nenhum sintoma'

Coronavírus: entenda como ocorre o contágio e quais os sintomas — Foto: Arte/G1Coronavírus: entenda como ocorre o contágio e quais os sintomas — Foto: Arte/G1

Coronavírus: entenda como ocorre o contágio e quais os sintomas — Foto: Arte/G1

Coronavírus no Brasil

Nesta segunda-feira (2), o Ministério da Saúde informou que o Brasil tem 433 casos suspeitos de coronavírus. Até o momento, o país permanece com dois casos confirmados da doença Covid-19. Os dois infectados são brasileiros que estiveram recentemente na Itália. Os dois seguem em isolamento domiciliar.

primeiro caso confirmado no país é um paciente retornou de Turim, no norte da Itália, no dia 21 de fevereiro e teve o diagnóstico confirmado na última quarta-feira (26).

segundo caso foi confirmado neste sábado (29). Segundo o Ministério da Saúde, é um homem de 32 anos que chegou de Milão, na Itália, na quinta-feira (27)

Casos de coronavírus pelo mundo nesta sexta (28); Azerbaijão, Bielorrússia, Nova Zelândia, País de Gales confirmaram primeiros casos  — Foto: Arte/G1Casos de coronavírus pelo mundo nesta sexta (28); Azerbaijão, Bielorrússia, Nova Zelândia, País de Gales confirmaram primeiros casos  — Foto: Arte/G1

Casos de coronavírus pelo mundo nesta sexta (28); Azerbaijão, Bielorrússia, Nova Zelândia, País de Gales confirmaram primeiros casos — Foto: Arte/G1

Recomendações

Os especialistas recomendam a “etiqueta respiratória” para evitar a transmissão: cobrir a boca com a manga da roupa ou braço em caso de tosses e espirros e sempre lavar as mãos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que os serviços de saúde adotem protocolos de prevenção antes, durante e depois da chegada do paciente, com desinfecção e ventilação de ambientes.

Para quem trabalha em pontos de entrada no país, como aeroportos e fronteiras, é recomendado o uso de máscaras cirúrgicas.

Caso haja algum caso suspeito em aviões, navios e outros meios de transporte, é recomendado usar máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção e luvas. A inspeção de bagagens deve ser feita com máscara cirúrgica e luvas.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Covid-19: veja boletim da Prefeitura de Uberlândia de 08/03/2021
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana