conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

Balanço de mortes por dengue no Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de MG segue sem alteração

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou, nesta terça-feira (14), o mais recente balanço da dengue no Boletim Epidemiológico. O levantamento já considera dados de 2020. (Veja abaixo também casos de zika e chikungunya)

Em relação ao último boletim, não houve alterações no número de mortes por dengue no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas.

A região segue com 56 óbitos pela doença, mesmo número divulgado no balanço da semana passada.

Uberlândia

Uberlândia permanece como segunda maior incidência do Estado, considerada muito alta, com 21 mortes (nenhuma em 2020).

O segundo maior município de Minas fica “atrás” apenas de Belo Horizonte, que segue com 35 óbitos confirmados. Veja as cidades abaixo:

Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste

Nas regiões, 17 cidades têm óbitos pela doença confirmados, que somam 56 ocorrências:

Uberlândia (21), Patos de Minas (6), João Pinheiro (6), Uberaba (2), Araguari (3), Patrocínio (3), Frutal (2), São Gotardo (2), Vazante (2), Estrela do Sul (1), Ibiá (1), Ituiutaba (1), Monte Carmelo (1), Rio Paranaíba (1), Sacramento (1), Tupaciguara (1), Carneirinho (1) e Paracatu (1).

Leia mais:  Criminosos atiram na cabeça de adolescente de 16 anos e fogem

Minas Gerais

Até o momento, os dados atualizados da SES-MG indicam que Minas Gerais teve 173 óbitos pela doença e 101 permanecem em investigação.

2020

Conforme a SES-MG, em 2020, Minas Gerais registrou 677 casos prováveis de dengue até o momento, sem registro de casos graves. Um óbito está em investigação, mas até o momento nenhum óbito foi confirmado.

Confira a situação da dengue nas principais cidades das regiões:

Chikungunya e zika

Em relação à Febre Chikungunya, foram registrados 2.828 casos prováveis de chikungunya em 2019. Desse total, 48 gestantes, sendo 12 com confirmação laboratorial.

Em 2020, até o momento, oito casos prováveis foram notificados.

Já em relação à Zika, em 2019 foram registrados 703 casos prováveis, sendo 165 em gestantes. Em 2020, até o momento foi registrado 01 caso em não gestante no município de Jampruca.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Batida frontal entre caminhão e van deixa 12 mortos e 1 ferido na BR-365, em Patos de Minas
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana