conecte-se conosco


CIÊNCIA E SAÚDE

AstraZeneca negocia fornecimento de vacina da Covid-19 com Brasil, Japão, Rússia e China

Publicado em

CIÊNCIA E SAÚDE

A AstraZeneca está conversando com Brasil, Japão, Rússia e China sobre acordos de fornecimento para sua potencial vacina contra o novo coronavírus, disse o chefe da empresa hoje (13), enquanto a farmacêutica britânica se prepara para publicar os resultados da primeira fase de testes.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para a Saúde (MHRA) do Reino Unido aprovou o início dos testes da fase 3 da vacina depois que os estudos mostraram eficácia e segurança suficientes, disse Pascal Soriot, presidente-executivo da empresa, em uma teleconferência com repórteres.

400 milhões de doses de vacina da Covid-19 para Europa

A AstraZeneca informou que assinou contrato com Itália, Alemanha, França e Holanda para fornecer à Europa uma vacina contra o novo coronavírus, com as entregas começando no final de 2020.

O contrato é para até 400 milhões de doses da vacina, que está sendo desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, disse a empresa, acrescentando que está buscando maneiras de expandir a produção da vacina, que prometeu fornecer sem margem de lucro durante a pandemia.

Leia mais:  Brasil investiga 4 casos suspeitos de coronavírus

“Com nossa cadeia de fornecimento preparada para começar a produção na Europa em breve, esperamos tornar a vacina disponível ampla e rapidamente”, disse o executivo-chefe da empresa, Pascal Soriot, em um comunicado.

A fase de testes da vacina já está avançada e deve terminar durante o outono do hemisfério norte, afirmou o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, em uma publicação no Facebook.

A AstraZeneca fechou acordos de produção ao redor do mundo para chegar ao objetivo de fazer 2 bilhões de doses da vacina, incluindo com dois empreendimentos apoiados por Bill Gates e um contrato de US$ 1,2 bilhão com o governo dos Estados Unidos.

Não há vacinas ou tratamentos aprovados para a Covid-19, a doença respiratória altamente contagiosa causada pelo novo coronavírus.

“Muitos países do mundo já garantiram vacinas, a Europa ainda não. A ação rápida e coordenada de um grupo de países-membros valorizará todos os cidadãos europeus nesta crise”, afirmou o ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn.

A Comissão Europeia recebeu orientações dos governos do bloco, ontem (12), para negociar compras avançadas de promissoras vacinas contra o coronavírus, disse o principal oficial sanitário da UE, mas não ficou claro se haverá dinheiro suficiente disponível.

Leia mais:  Frutal: Obras da Unidade de Pronto Atendimento Ambulatorial estão próximas de serem concluídas

 

Por: Forbes

Comentários Facebook
Propaganda

CIÊNCIA E SAÚDE

Capacitação para agentes de endemias em Carneirinho

Publicados

em

Na manhã de hoje (22), os Agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Carneirinho participaram de uma capacitação de como usar como usar veneno pra matar as larvas em reservatórios e recipientes.

De acordo com o Diretor de Vigilância Sanitária e Epidemiologia, Fábio Souza Ribeiro (Fabio Caixeta), antes o produto utilizado era em pó e agora é em comprimido.

Comentários Facebook
Leia mais:  Frutal: Obras da Unidade de Pronto Atendimento Ambulatorial estão próximas de serem concluídas
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana