conecte-se conosco


POLÍTICA

Arthur do Val e Joice Hasselmann sobem o tom durante debate: “lave a boca”

Publicado

source
Arthur do Val e Joice Hasselmann
Assembleia Legislativa de SP e Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Arthur do Val e Joice Hasselmann

Arthur do Val (Patriotas) e Joice Hasselmann (PSL) protagonizaram um dos momentos mais quentes no debate da última segunda (26) organizado pelo canal ConecTV.

Veja a discussão entre os postulantes à prefeitura de São Paulo durante o debate:


Arthur foi escolhido para perguntar para Joice, e a questionou sobre ela utilizar o fundo eleitoral em sua campanha e questionou:

“Você (Joice) está pedindo R$ 10 milhões dos brasileiros em sua campanha para aparecer bonitinha na internet. Um minuto e meio para você dizer para nós por que devemos pagar sua campanha”, indagou Do Val.

Joice chamou de hipocrisia a fala do rival, pois sua imagem está sendo transmitida em horário eleitoral, e isso significa renúncia fiscal, dinheiro de impostos que deixa de ir para o governo federal e não se traduz em benefícios para a população.

Leia mais:  PT, PSOL, PSL e Novo se unem contra projeto de privatizações de Doria

Além disso, diz que apenas abriria mão do fundo eleitoral caso seus adversários, citando Bruno Covas e Russomanno , também abrissem mão dos recursos.

“Eu não vou entrar em uma briga de canhão contra o Palácio do Planalto, que me persegue dia e noite, contra o palácio (Dos Bandeirantes) aqui, do prefeito, com estilingue enquanto eles estão com canhões”, afirmou Hasselmann.

Do val, quando teve direito a tréplica fez uma anologia com roubo para criticar a candidata :

“Joice, o que você está me dizendo é basicamente o seguinte, se outros roubam eu também posso roubar um pouquinho”.

Nesse momento, a deputada federal e candidata pelo PSL o interrompeu bruscamente:

“Não, roubo não. Você lave a boca com água e sabão para falar de roubo comigo. Sou uma mulher decente e honesta, roubo é o escambal”.

Joice pediu direito de resposta , negado pelos organizadores do debate, que entenderam que o candidato do Patriotas apenas fez uma analogia.

Arthur do Val ao ter o direito a palavra em sua tréplica, ironizou a candidata pelo momento quente:

Leia mais:  Após imprensa confirmar, Bolsonaro nega ter coronavírus

“Joice, não fica nervosa, eu estou pagando sua campanha e não estou nervoso”.



Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA

Controladoria abre investigação de entrega de cestas básicas de aliados de Covas

Publicado

por

source
Pessoas fizeram filas para receber cestas básicas de aliados do prefeito Bruno Covas (PSDB)
Reprodução/Twitter

Pessoas fizeram filas para receber cestas básicas de aliados do prefeito Bruno Covas (PSDB)

A Controladoria Geral do Município (CGM) abriu uma investigação sobre a  distribuição de cestas básicas feita por aliados do prefeito Bruno Covas (PSDB), candidato à reeleição para a Prefeitura de São Paulo , no bairro de Brasilândia, na Zona Norte da capital paulista.

Um vídeo que circula nas redes sociais desde esta quinta-feira (26) mostra dezenas de pessoas em fila na calçada da rua Raulino Galdino da Silva à espera da entrega dessas cestas por parte do Movimento Social Beneficente (Mosobe). Nas imagens é possível observar um carro com o número 45 no capô, pessoas distribuindo panfletos e ainda ouvir um jingle de campanha de Covas.

Leia mais:  Após imprensa confirmar, Bolsonaro nega ter coronavírus

Em nota, a Prefeitura de São Paulo informou que a distribuição de cestas faz parte do Programa Cidade Solidária, instituído no início da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo , porém, moradores da região afirmaram que a entidade sempre distribuiu leite duas vezes por semana, mas essa foi a primeira vez que doou cestas básicas.

“Todas as entidades parceiras assinaram um termo de adesão com a Prefeitura de São Paulo se comprometendo a executar a distribuição das cestas respeitando integralmente às recomendações do Ministério Público Eleitoral. Qualquer ação por parte das entidades que não tenha respeitado a recomendação descumpre o acordo estabelecido no termo de adesão e será apurada”, diz a nota da Prefeitura.

Ainda de acordo com os moradores do bairro, a Mosobe sempre apoiou candidatos a vereador do PSDB. Este ano, a entdade teria feito campanha para a candidata Sandra Santana, que possui cartazes por toda a rua.

O autor do vídeo, que pediu para não ser identificado, apresentou uma versão diferente do ocorrido. Segundo ele fonte, o carro de som e outro veículo com o emblema da campanha de Bruno Covas estavam “o tempo todo ao lado de onde estavam sendo distribuídas as cestas”.

Leia mais:  Bolsonaro chama parlamentares de "sócios, no bom sentido"

A campanha de Covas disse, em nota, que não distribui cestas básicas. “É inadmissível que, há três dias das eleições, este tipo de conduta esteja sendo compartilhada.”

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana