conecte-se conosco


Esportes

Após jogadores se posicionarem contra a retomada da liga, NBA diz trabalhar por soluções

Publicado em

Esportes

Após a votação do Conselho de Administração da NBA pela retomada da temporada no dia 30 de julho com 22 equipes, a liga parecia navegar em águas calmas quanto a volta das partidas. Mas uma reunião por teleconferência envolvendo cerca de 80 jogadores e liderada pelo armador do Brooklyn Nets Kyrie Irving na última sexta-feira, mostrou que apesar do aval da Associação de Jogadores, ainda há muito a ser discutido.

Para muitos atletas, a retomada da competição na “bolha” de isolamento na Disney não é oportuna e implica em limitação de liberdade. Além disso, em meio a manifestações por justiça social e contra o racismo, alguns jogadores acreditam ser ruim para uma liga composta predominantemente por negros um projeto de retomada do basquete apenas para aliviar o ônus econômico da liga.

– Eu não apoio ir para Orlando. Eu não estou com o racismo sistêmico e a palhaçada. Algo cheira mal. Eu estou disposto a abrir mão de tudo que tenho pela reforma social – disse o vice-presidente da Associação de Jogadores (NBPA) Kyrie Irving durante a reunião, segundo o Yahoo Sports!.

Kyrie Irving Brooklyn Nets x Atlanta Hawks NBA — Foto: AFP

Kyrie Irving Brooklyn Nets x Atlanta Hawks NBA — Foto: AFP

Depois do posicionamento de Kyrie e de outros jogadores em concordância com o astro dos Nets, a NBA se manifestou e disse estar disposta a conversar com o sindicato dos atletas (NBPA) para ajustar pontos e aparar arestas.

Leia mais:  Jogadores testam positivo para Covid no Botafogo e no Corinthians

– Entendemos as preocupações dos jogadores e estamos trabalhando com a Associação de Jogadores para encontrar o equilíbrio certo para enfrentá-las – disse o diretor de comunicações e porta-voz da NBA, Mike Bass, ao The New York Times.

Por outro lado, a diretora executiva da Associação de Jogadores, Michele Roberts, reforçou o aspecto do diálogo na condução do problema, apontando que alguns atletas passaram o fim de semana debatendo sobre como o retorno da liga pode afetar o movimento ‘Vidas Negras Importam”.

– Não se trata de jogar ou não jogar. É uma questão de: retomar os jogos prejudica um movimento que abraçamos de maneira absoluta e inequívoca? Essa volta às partidas pode, de fato, destacar, incentivar e aprimorar esse movimento? É disso que eles estão falando. Eles não estão brigando; estão falando sobre isso – disse à ESPN americana.

Russell Westbrook protestos racismo NBA — Foto: Reprodução/Instagram

Russell Westbrook protestos racismo NBA — Foto: Reprodução/Instagram

A reunião entre jogadores da última sexta-feira gerou divisões na liga. Enquanto muitos atletas apoiam a posição de Kyrie, alguns são contrários. Entre os jogadores que concordam com o armador, está Dwight Howard, do Los Angeles Lakers, que apontou a luta contra o racismo como prioridade do momento.

Já entre os que não concordam com Kyrie e acham que a liga pode ser retomada sem que a luta contra o racismo seja ofuscada, está LeBron James. O superastro do Los Angeles Lakers disse ao site The Athletic que o retorno da liga não impedirá sua capacidade de continuar inspirando mudanças.

Leia mais:  Jogador é preso suspeito de matar dirigente a facadas

Confira o cronograma atualizado da NBA

Junho

21 de junho
Jogadores se apresentam às franquias

23 a 30 de junho
Início das testagens de coronavírus entre jogadores e comissões técnicas

30 de junho
Início da fase de treinamentos antes da volta das partidas

Julho

7 de julho
Viagem dos times para Orlando, na Flórida

9 a 29 de julho
Período de treinos das equipes em Orlando antes da retomada dos jogos

30 de julho
Reinício da temporada regular 2019-2020

Agosto

14 de agosto
Fim da fase regular

15 e 16 de agosto
Repescagem para os playoffs

17 de agosto
Início dos playoffs

25 de agosto
Loteria do Draft da NBA

31 de agosto
Início das semifinais de Conferência

Setembro

15 de setembro
Início das finais de Conferência

30 de setembro
Início das finais da NBA

Outubro

13 de outubro
Jogo 7 da final da NBA (se necessário)

15 de outubro
Draft da NBA

18 de outubro
Início da free agency, o período de negociações livres

Novembro

10 de novembro
Início da fase de treinamentos para a temporada 2020-2021

Dezembro

1 de dezembro
Início da temporada 2020-2021

Por: GloboEsporte

Comentários Facebook
Propaganda

Esportes

Minas afasta Maurício Souza, que é multado e deverá se retratar após declarações homofóbicas

Publicados

em

Central fez postagem nas redes sociais sobre a orientação sexual do novo Super-Homem: “Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, publicou

Diante do caso envolvendo Maurício Souza, o Minas afastou o jogador por causa de declarações homofóbicas postadas nas redes sociais. Como havia antecipado o ge durante a tarde, o clube mineiro confirmou, em um comunicado oficial divulgado nas redes sociais, que o jogador ainda terá de se retratar publicamente e pagar uma multa.

“O presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, se reuniu com o atleta Maurício Souza esta tarde e lhe informou sobre o seu afastamento por tempo indeterminado. O atleta também recebeu uma multa e foi orientado a fazer uma retratação pública imediata.”

Nesta terça-feira, os principais patrocinadores da equipe se manifestaram sobre o posicionamento do atleta. As empresas pediram, em notas separadas, “medidas cabíveis” ao clube mineiro e repudiaram as declarações homofóbicas do jogador.

Diante do caso envolvendo Maurício Souza, o Minas afastou o jogador por causa de declarações homofóbicas postadas nas redes sociais. Como havia antecipado o ge durante a tarde, o clube mineiro confirmou, em um comunicado oficial divulgado nas redes sociais, que o jogador ainda terá de se retratar publicamente e pagar uma multa.

“O presidente do Minas Tênis Clube, Ricardo Vieira Santiago, se reuniu com o atleta Maurício Souza esta tarde e lhe informou sobre o seu afastamento por tempo indeterminado. O atleta também recebeu uma multa e foi orientado a fazer uma retratação pública imediata.”

Nesta terça-feira, os principais patrocinadores da equipe se manifestaram sobre o posicionamento do atleta. As empresas pediram, em notas separadas, “medidas cabíveis” ao clube mineiro e repudiaram as declarações homofóbicas do jogador.

Leia mais:  Sem público, Fluminense e Flamengo se enfrentam na final do Estadual

Mais cedo, uma reunião entre a diretoria do Minas e os patrocinadores do clube tratou sobre o assunto. Segundo apurou o ge, o Minas entendia que não havia clima para Maurício atuar nos próximos jogos. A estreia da equipe mineira na Superliga está prevista para sábado, contra o São José dos Campos. Assim, cogitou a possibilidade de rescindir o contrato do jogador.

No entanto, as partes chegaram a um acordo, e central mostrou-se disposto a uma retratação. Além da multa, Maurício Souza será afastado por tempo indeterminado. Só depois poderá se juntar novamente ao elenco.

Entenda o caso

 

Há cerca de duas semanas, a DC Comics anunciou que o novo Super-Homem, filho de Clark Kent, se descobrirá bissexual nas próximas edições das histórias em quadrinhos. O assunto, que foi um dos mais comentados do Twitter no dia da divulgação, também movimentou a comunidade do voleibol brasileiro.

Após a publicação da editora, Maurício Souza, postou a foto do Super-Homem e fez críticas à decisão da DC. O Minas se manifestou ainda nessa segunda-feira sobre a publicação do jogador. O clube disse que respeitava a liberdade de opinião de cada atleta, mas que não aceitava declarações homofóbicas.

– Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar – postou o jogador, que recebeu comentários de apoio de outros atletas do vôlei, como Wallace e Sidão.

 

Leia mais:  Conmebol define tabela para a volta da Libertadores; veja datas e horários dos jogos

O ponteiro Douglas, um dos destaques da seleção brasileira de vôlei nas Olimpíadas de Tóquio, faz parte da comunidade LGBTQIA+ e postou a mesma imagem da DC, com dizeres totalmente contrários ao exposto pelo jogador do Minas.

– Engraçado que eu não virei heterossexual vendo os super-heróis homens beijando mulheres. Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito, mas eu tenho uma novidade pra sua heterossexualidade frágil. Vai ter beijo sim. Obrigado DC por pensar em representar todos nós e não só uma parte ❤️ – escreveu.

O assunto gerou uma grande repercussão nas redes sociais após os internautas considerarem as postagens como indiretas entre os companheiros de seleção. Maurício, apesar das críticas que levou com seu protesto, continuou endossando sua opinião nas redes sociais.

– Hoje em dia o certo é errado e o errado é certo… Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias – encerrou.

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana