conecte-se conosco


Entretenimento

Após dias internada, morre a mãe de Rodrigo Phavanello: “Dor que nunca senti”

Publicado em

Entretenimento

source
Rodrigo Phavanello e a mãe, dona Neide Prado
Instagram/Reprodução

Rodrigo Phavanello e a mãe, dona Neide Prado

Rodrigo Phavanello, que, desde a semana passada, pode ser visto no elenco da quinta fase de “Gênesis” como o governador Yafeu, “um homem rancoroso, ardiloso e que usará todas suas artimanhas para expulsar a família de Abraão de Ur”, como fez questão de destacar em uma de suas publicações sobre a trama bíblica da RecordTV, usou as redes sociais para comunicar o falecimento de sua mãe, Neide Prado, neste sábado (3). Segundo relatou, ela estava internada em um hospital de Campinas, no interior de São Paulo, em tratamento contra o câncer.

“Você foi uma verdadeira guerreira por toda vida, um coração forte, justo e amoroso. Uma amiga, um conforto e uma alegria para todos os que tiveram o privilégio de conhecê-la. Sempre senti muito orgulho de tê-la como mãe, e hoje nos deixou, não está mais entre nós, sinto uma dor que nunca senti! Que Deus a receba de braços abertos no seu reino e que possa descansar em paz”, escreveu o ex-Dominó, agradecendo a todas as orações e palavras confortantes que recebeu, ressaltando que “foram fundamentais para que eu pudesse ser forte para estar ao lado dela nestes últimos dias”.

Isadora Ribeiro foi uma das famosas que deixaram mensagem de carinho: “Oh, Rodrigo, que tristeza perder a mãezinha, também não tenho a minha, sei bem! Que Deus o conforte nesse momento tão doloroso. Força e fé, meu querido!”. Assim como a musa da abertura do “Fantástico” e da novela “Tieta”, Ary Fontoura fez o mesmo: “Meus sentimentos, que Deus receba sua mãe de braços abertos”, desejou o veterano. Por fim, Sonia Abrão disse sentir muito. “Ela já está com Deus, e Ele há de te dar resistência espiritual para suportar essa dor imensa!” foram as palavras da apresentadora da RedeTV!.

Encontro de feras 

Flay e MC Mari
Divulgação

Flay e MC Mari

MC Mari, dona do hit “Senta Concentrada”, e Flayslane Raiane, a Flay, do “Big Brother Brasil 20”, encontraram-se na última quarta (31), em um estúdio de São Paulo, para a gravação de um novo single. Sobre a escolha da sister, a funkeira afirmou: “Além de ser uma mulher incrível e superempoderada, que combina com todos os meus trabalhos, ela vem nessa mesma linha”, citando depois: “Somos duas nordestinas com sangue nos olhos. Acredito que o nosso público vai gostar e esperar ansioso por esse lançamento”.

Leia mais:  Shawn Mendes confunde Maisa com Larissa Manoela em show

Sobre a novidade, a ex-participante do reality show da Globo comentou: “Amo colaborar com artistas de outros estilos e que somam com a minha versatilidade. Essa troca é maravilhosa para nós, cantores, e também para os fãs, que ganham músicas incríveis. Gravar com a Mari foi um presente, o nosso brega funk está massa demais, e já estou louca para que todo mundo escute”. Por enquanto, ainda não há data de divulgação para o feat, que, aliás, já está agitando as redes sociais.

Você viu?

Gente que soma

Sebah Vieira e Janaína do Mar
Divulgação

Sebah Vieira e Janaína do Mar

A atriz e empresária Janaína do Mar, o ator e produtor Sebah Vieira, a modelo Fernanda Lacerda, a Mendigata do extinto programa “Pânico na Band” e o cantor Dodô, vocalista do grupo Pixote, foram alguns dos vips e famosos que aceitaram o desafio e colaboraram com a campanha “Etnias do Brasil”, do hair stylist Lourenço Menezes, que atende em salão localizado no ABC paulista.

Após a repaginação, a ex-participante da décima primeira edição do reality “Big Brother Brasil”, da Globo, declarou: “Adoro mudar, mas a etnia black tem o diferencial”. Já Sebah explicou que vive mexendo no visual e topou o convite “imediatamente por se tratar do Lourenço”. Ah, e o pagodeiro, intérprete dos hits “Insegurança” e “Meu Amor”, reforçou o coro: “Me cuido com ele há mais de cinco anos, seu trabalho é demais”.

Como não admirar?

Yris Sampaio
David Goçalves

Yris Sampaio

Após participar das novelas “A Lei do Amor”, “A Dona do Pedaço” e “Malhação: Seu Lugar no Mundo”, da Globo, e de “Amor Sem Igual”, da RecordTV, Yris Sampaio já se prepara para gravar “Gênesis” e interpretar Hannah, descrita como uma personagem muito forte e corajosa. Na trama bíblica, ela é obrigada a viver no palácio com o rei dos filisteus Abimeleque, interpretado por Leonardo Franco, após perder o marido misteriosamente.

Leia mais:  "Não tenho haters, tenho fãs revoltados", afirma Pyong

“Dar vida à Hannah está sendo uma experiência mágica na minha carreira como atriz. Exigiu um mergulho muito íntimo e profundo dentro de mim e me fez amadurecer muito, tanto na área pessoal como na profissional. É uma narrativa surpreendente e com um núcleo incrível. Tenho certeza de que todos vão amar a história dela”, manifestou-se a carioca durante rápido bate-papo com o iG Gente, sem esconder uma ponta de ansiedade.

Procedimento estético 

Maurício Galdi, o Ken Humano
Divulgação

Maurício Galdi, o Ken Humano

Em busca de um rosto mais natural, Maurício Galdi, também conhecido como Ken Humano, escolheu o dermatologista e especialista em harmonização facial Ivan Rollemberg, da Human Clinic, na zona sul de São Paulo, para um tratamento especial. Satisfeito com a técnica realizada, o modelo comemorou após a consulta: “Atingiu o que queria, e o resultado disso foi a minha felicidade e eterna gratidão”.

Para Rollemberg, harmonização é captar a essência, analisar o todo, entender o objetivo de cada um e, com sensibilidade, somar todos os fatores e trazer mudanças sutis que sejam efetivas, mas que não mudem as características da pessoa. “Estou sempre pensando na autoestima e felicidade de cada paciente”, disse, acrescentando que fez a aplicação de preenchedores, de toxina botulínica e de esvaziadores, além dos fios de tração. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Projeto viabiliza bibliotecas digitais pelo Brasil

Publicados

em

Por

source
Projeto viabiliza bibliotecas digitais pelo Brasil
Divulgação

Projeto viabiliza bibliotecas digitais pelo Brasil

As bibliotecas públicas podem até parecer algo em desuso, mas com certeza é o único acesso aos livros de diversas comunidades, e com a pandemia e o distanciamento social, utilizá-las ficou ainda mais difícil. Pensando nessa problemática, a Tocalivros (plataforma brasileira de livros digitais) e Recode (ONG que promove a empoderamento digital da população) se uniram para ajudar na causa. 

A iniciativa que levou 18 meses para sair do papel, irá disponibilizar gratuitamente uma ferramenta personalizada para 149 bibliotecas nesta primeira fase do projeto. A ferramenta permite que os associados de cada uma delas tenham acesso ao acervo digital da Tocalivros com mais de 2 mil audiolivros e 5 mil eBooks.

Além de levar conteúdo e entretenimento para dentro das casas de inúmeras pessoas, a plataforma é totalmente personalizável, sendo possível a criação de playlists para divulgação em diversas redes, ideal para clubes de leituras. Os gestores também podem customizar a ferramenta com banners e a escolha do acervo conforme o público, além do acesso tanto no site quanto pelo aplicativo disponível em iOS e Android.

Leia mais:  "A Fazenda 12": Mion fala sobre acusações de que a Record manipula o reality

Você viu?

A plataforma é acessível, totalmente configurável com a opção de ouvir e ler off-line e sem limites quanto a acessos ou associados. Nesta primeira fase do projeto, a adesão da plataforma foi gratuita tanto para as bibliotecas quanto aos usuários e terá duração de pelo menos um ano.

Segundo Ricardo Camps, sócio-diretor da Tocalivros, os benefícios de uma biblioteca digital vão além de dispensar um espaço físico. “O digital chega onde o espaço físico não consegue. Ela está no celular, no computador, dentro de casa, onde você quiser. Não tem o peso de carregar um livro porque está dentro do aparelho em todos os lugares”, contextualiza.

Trata-se de um marco na história do setor do livro e da leitura no Brasil com um trabalho de empoderamento digital e na formação de novos leitores. Isso porque, de acordo com a bibliotecária e Analista de Projetos na ONG Recode, Hanna Gledyz, grande parte das bibliotecas realizam “um trabalho de resistência frente a tantas dificuldades de acesso, modernização e garantia de seus serviços, principalmente neste período da pandemia”.

Leia mais:  Shawn Mendes confunde Maisa com Larissa Manoela em show

A previsão é que uma segunda fase de inscrições seja aberta ainda em 2021. Todas as parceiras poderão se inscrever em um novo formato a ser definido, mas por ora, as que tiverem interesse podem entrar em contato pelo e-mail [email protected]

Para sugestões e pautas: [email protected]

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana