conecte-se conosco

Esportes

Agora é oficial: Robert Scheidt garante vaga em sua sétima Olimpíada e quebra recorde

Publicado

Perto de completar 47 anos de idade, o velejador Robert Scheidt confirmou, na quarta-feira, uma vaga na Olimpíada de Tóquio na classe Laser. Maior medalhista olímpico da história do país (são dois ouros, duas pratas e um bronze), ele está em 29º lugar no Campeonato Mundial, que está sendo realizado em Miami, nos Estados Unidos, mas já confirmou seu lugar em Tóquio 2020.

No ano passado, Robert Scheidt ficou em 12º lugar no Campeonato Mundial da classe Laser e conseguiu dar um passo gigantesco para a vaga olímpica, já que o índice técnico estipulado pela Confederação era ser top 18. Porém, ainda havia uma chance dele não se classificar: algum brasileiro ir ao pódio no Mundial de 2020, que está sendo realizado em Miami, nos Estados Unidos.

Além de Scheidt, o único brasileiro presente no evento foi Gustavo Nascimento, que está em 84º lugar não tem mais chances de ir ao pódio.

Leia mais:  Jonas Baldan participa da 95º Corrida Internacional de São Silvestre

Assim, o veterano participará de sua sétima Olimpíada e quebrará um recorde, já que nenhum atleta do país na história competiu em tantas edições. A jogadora de futebol Formiga deve igualar esse recorde, já que é um dos destaques da seleção brasileira que está classificada, mas ainda não teve sua convocação confirmada. Rodrigo Pessoa, do hipismo, e Jaqueline Mourão, do ciclismo, também brigam para chegar a tal número.

Robert Scheidt — Foto: DivulgaçãoRobert Scheidt — Foto: Divulgação

Robert Scheidt — Foto: Divulgação

A história olímpica de Robert Scheidt começou em Atlanta 1996, quando tinha apenas 21 anos, e foi campeão. Quatro anos depois, ficou com o vice-campeonato, mas voltou a ir ao lugar mais alto do pódio em Atenas 2004. Em Pequim 2008, com a prata, e Londres 2012, com bronze, conquistou medalhas em outra categoria, a classe Star.

Para a Olimpíada de 2016, voltou a velejar de classe Laser, que o consagrou, e acabou na quarta posição. Em 2017, tentou uma nova mudança de categoria, para a 49er, mas não obteve bons resultados, voltando à Laser em busca de sua sétima Olimpíada.

Leia mais:  Técnico do time feminino do Santos vence câncer e já mira título
Por: GloboEsporte

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Mãos à obra! De olho no Atlético-MG, Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Publicado

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho visando a estreia no Flamengo domingo, contra o Atlético-MG, pela primeira rodada do Brasileirão. Uniformizado e acompanhado dos auxiliares, o espanhol comandou treinamento na tarde desta segunda-feira, no Ninho do Urubu.

Domènec Torrent em primeiro treino no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Domènec Torrent em primeiro treino no Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Dome se reuniu rapidamente com jogadores na parte interna do centro de treinamento para uma apresentação, mas deixou para contatos mais próximos para o decorrer da semana de trabalho. Em seguida, o espanhol foi para sua sala preparar a atividade enquanto os jogadores já aqueciam e foi logo para o campo.

O encontro inicial foi similar ao que aconteceu com o Jorge Jesus e ficou famosa a frase sobre “ganhar, ganhar, ganhar” em auditório do centro de treinamento. Os auxiliares Jordi Guerrón, Jordi Gris e o preparador físico Julián Jimenez estavam juntos.

Comandante do elenco nas duas semanas entre a saída de Jesus e a chegada de Dome, Maurício Souza não participou deste primeiro dia de trabalho e está de sobreaviso. A tendência é de que a diretoria debate com o próprio e com Dome a permanência entre os profissionais ou um retorno definitivo ao sub-20.

Leia mais:  Wanderlei afirma que negociação de luta contra Vitor Belfort está adiantada: "Quero fazê-lo sangrar"

O treinador chegou ao gramado enquanto os jogadores já faziam aquecimento e conversou com o preparador de goleiros Wágner Miranda, remanescente da era Jorge Jesus. Em suas primeiras declarações, Torrent deixou claro que não fará mudanças bruscas no dia a dia de trabalho.

O treinador espanhol admitiu que há diferenças entre seu estilo de jogo e o de Jorge Jesus, mas implementará seu conceito aos poucos. O Flamengo já deu entrada na documentação e aguarda a publicação do nome de Domènec no BID da CBF para tê-lo no banco de reservas contra o Galo.

Domènec Torrent orienta Willian Arão — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Domènec Torrent orienta Willian Arão — Foto: Alexandre Vidal / CRF

 

Por: Globo Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

Mais Lidas da Semana