conecte-se conosco


Policial

Adolescente é morto por colegas em clínica de reabilitação em Patos de Minas após briga por bolacha, diz PM

Publicado em

Policial

Um adolescente de 15 anos foi morto por enforcamento na noite desta terça-feira (18) por outros três colegas de quarto em uma clínica de reabilitação em Patos de Minas.

De acordo com os registros da Polícia Militar (PM), a vítima teve um discussão por causa de um pacote de bolachas com os adolescentes, que estão internados compulsoriamente. O crime ocorreu pouco antes de meia-noite.

Segundo testemunhas contaram à PM, a vítima teria ameaçado os outros com um pedaço de cerâmica, o que causou irritação no grupo.

A clínica de recuperação é especializada no cuidado de dependentes em drogas e álcool em Patos de Minas. A PM não informou o nome da empresa.

A reportagem do MG1 conversou com o delegado de Polícia Civil responsável (veja abaixo).

Esperaram dormir

Segundo o registro da PM, dois outros internos, também menores, disseram ter presenciado as ameaças da vítima. Irritados com a afronta, os outros três adolescentes esperaram que ele dormisse para depois surpreendê-lo na cama.

Leia mais:  Jovem é preso e PM encontra mais de R$ 160 mil e pasta base enterrados em casa de Monte Carmelo

No boletim de ocorrência, os três menores suspeitos do crime disseram que enforcaram o desafeto e depois amarram o corpo pelo pescoço e arremessaram pela janela.

Funcionários e o proprietário da clínica acionaram a PM. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. No entanto, quando o resgate chegou, a vítima já estava morta.

Os três adolescentes, que não tiveram idades reveladas, foram levados para a delegacia da Polícia Civil em Patos de Minas.

Delegado comenta

O delegado regional de Patos de Minas, Luiz Mauro Sampaio, confirmou que o que desencadeou a violência foi um pacote de bolacha e que os três menores atacaram a vítima quando ela tinha tomado, inclusive, remédios para dormir.

“A perícia vai dizer exatamente como foi a causa, mas é certo que eles jogaram a pessoa, viva ou morta, por um vão que existe no local”, contou.

Destino dos menores

Segundo o delegado, os menores estão recolhidos e serão encaminhados ao Ministério Público para fazer análise e passar para o poder judiciário. Sobre a clínica, ele disse que, inicialmente, não há nenhum ônus para o local.

Leia mais:  Flordelis presta depoimento em processo que pode levar à cassação

“A princípio, sobre a clínica, em tese, não tem nenhum elemento que possa dizer que foi imprudente , negligente ou imperita, que indique dolo, mas isso vai ser analisado posteriormente pela delegacia competente para ter ao final como será o posicionamento”, completou.

Por: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Policial

Mulher é suspeita de esfaquear companheiro em BH; homem tinha passagens por lesão corporal contra ela

Publicados

em

Segundo o boletim de ocorrência, a agressão ocorreu após um desentendimento entre o casal. As filhas da mulher, de 3 e 19 anos, presenciaram a briga.

Uma mulher, de 33 anos, é suspeita de esfaquear o companheiro, de 41 anos, dentro de casa, no bairro Lindeia, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (25).

Segundo o boletim de ocorrência, a agressão ocorreu após um desentendimento entre o casal. As filhas da mulher, de 3 e 19 anos, presenciaram a briga.

A suspeita fugiu após o crime e não tinha sido localizada até a publicação desta reportagem. O homem foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII com ferimentos no abdômen.

De acordo com a PM, ele tem três passagens policiais por lesão corporal contra a mulher. Ela tem 12 passagens por outros crimes.

Comentários Facebook
Leia mais:  Jovem é preso e PM encontra mais de R$ 160 mil e pasta base enterrados em casa de Monte Carmelo
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana