conecte-se conosco


Policial

Acidente envolvendo carro da Prefeitura de Monte Carmelo deixa uma pessoa morta e duas feridas em Uberaba

Publicado em

Policial

Colisão frontal entre dois veículos foi registrada na LMG-798, na tarde de terça-feira (23).

Uma moradora de Monte Carmelo, de 55 anos, morreu em um colisão frontal no km 14 da LMG-798, em Uberaba, na tarde de terça-feira (23). Ela estava em um veículo da Prefeitura de Monte Carmelo, que também era ocupado pelo motorista e servidor municipal, de 52 anos, e a filha dela, de 29 anos. Os dois ficaram feridos e foram levados ao hospital. O condutor do outro veículo, de 42 anos, não se feriu.

Segundo apurado pelo G1 com o Município de Monte Carmelo, a mulher retornava do Hospital do Câncer de Barretos (SP), onde fazia tratamento, quando o acidente ocorreu.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), o motorista do Fiat Ducato, de 42 anos seguia sentido Ribeirão Preto (SP). Ao chegar no km 14, ele ficou atrás de um caminhão, e ao desviar um pouco para a contramão para ter visibilidade, o veículo da Prefeitura de Monte Carmelo, que estava no sentido contrário, também saiu de trás de um caminhão e eles acabaram batendo os veículos de frente.

Leia mais:  Casos de feminicídio crescem 41,4% em SP durante pandemia de Covid-19, diz estudo

Com o impacto, o carro da Prefeitura foi jogado para fora da pista e parou em uma ribanceira. A mulher de 55 anos, que estava no banco de trás, morreu no local. O óbito foi constatado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o corpo dela foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Uberaba.

A filha dela, que estava como passageira no banco da frente, sofreu escoriações. Ela foi levada pelo Samu ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). O motorista de 52 anos, que sofreu fraturas múltiplas de fêmur, também foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao HC-UFTM.

Segundo informado ao G1 nesta quarta-feira (24) pela assessoria de comunicação do HC-UFTM, a jovem deu entrada na unidade em estado de choque e confusão mental. Não precisou passar por cirurgia e está internada em observação, com respiração espontânea.

O homem passou por cirurgia para correção de fratura exposta de fêmur e segue internado, em respiração espontânea e estável. A Prefeitura de Monte Carmelo disse que presta apoio às vítimas.

Leia mais:  PM realiza Operação 'Triângulo Seguro' contra criminalidade em Uberlândia

O condutor do Fiat Ducato não teve ferimentos e recusou atendimento médico. Como a documentação está em dia, o carro foi liberado para retirada. O veículo da Prefeitura, que também está com a documentação em dia, foi retirado da rodovia pelo serviço de guincho contratado pelo Município.

O Corpo de Bombeiros prestou apoio na ocorrência. A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local e realizou os trabalhos de costume. Por causa doa acidente, a rodovia ficou fechada das 16h30 às 20h20 nos dois sentidos para segurança das equipes que trabalhavam no resgate das vítimas.

Por: G1 Triângulo e Alto Paranaíba

Comentários Facebook
Propaganda

ITURAMA E REGIÃO

Polícia Civil realiza a “Operação Campo Minado” e cumpre 8 mandados de busca e apreensão na zona rural

Publicados

em

Os investigadores também encontraram droga e dinheiro.

A Polícia Civil de Patos de Minas desencadeou na manhã desta terça-feira (13), a Operação Campo Minado de combate ao tráfico de drogas no distrito de Santana de Patos. Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos, sendo que duas pessoas foram presas e um adolescente de 14 anos foi apreendido. Os investigadores também encontraram droga e dinheiro.

Segundo o delegado Érico Rodovalho, um núcleo familiar de Santana de Patos de Minas se organizou para promover o tráfico de drogas. As investigações apontaram que comércio de entorpecentes não ficavam apenas nos limites do distrito e vinha sendo feita de forma constante e em grande quantidade. Os integrantes da família tinham funções definidas na realização do crime.

O delegado explicou que as investigações tiveram início no mês de fevereiro e identificaram dois irmãos que eram responsáveis por buscar e comercializar a droga e uma casa onde o material era escondido. Erico Rodovalho explicou que tambores eram enterrados no chão para esconder a droga.

Leia mais:  Uberaba: Mulher desaparece na cachoeira da Léia

Além dos dois irmãos, as esposas deles também estão sendo investigadas. Uma tia e o sobrinho de 14 anos que moram na casa usada como esconderijo da droga foram levados para a Delegacia. Lá os investigadores encontraram cerca de 200 gramas de crack e mais de R$ 8 mil em dinheiro.

Um dos irmãos responsável pelo comércio de entorpecentes também foi preso nesta manhã. Eles serão indiciados pelo crime de tráfico de drogas. O delegado informou que o nome escolhido para a operação advém justamente pelo fato de os investigados esconderem a droga enterrada em pontos diferentes da suas propriedades.

Por: Patos Hoje

 

Comentários Facebook
Continue lendo

ITURAMA E REGIÃO

POLICIAL

POLÍTICA

ECONOMIA

Mais Lidas da Semana